"Agrada-te do Senhor, e Ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais Ele fará." Sl37: 4-5















domingo, 30 de dezembro de 2012

Remindo o tempo

Esta foi a mensagem do culto de hoje e eu tinha que dividir com vcs, pq tocou muito no meu coração.
Meu marido sempre coloca o relógio pra despertar muito antes do necessário, e eu sempre fico brava pq ele me acorda cedo. Hoje não foi diferente, ele me acordou `as 8:00 e eu fiquei rolando na cama. Uma voz me dizia: Fica em casa... dorme mais um pouco... tá um friozinho tão gostoso!!! Mas minha consciência me disse: Renata, último culto do ano e vc quer ficar em casa??? Vc quer começar 2013 dormindo??? Levanta Renata e vai pra igreja pra ser abençoada!!! 
Eu, então, tomei coragem, dei um pulo da cama e segui pra igreja. Confesso que estava na maior preguiça, mas eu sabia que Deus tinha alguma coisa pra falar comigo naquela palavra. 
O Pr. Jeff, meu pastor, subiu ao púlpito e começou a falar em cima do tema "Redimindo o tempo".
Não vai dar pra eu detalhar tudo o que foi dito por ele, mas algumas partes falaram especialmente comigo e eu vou tentar passar pra vcs. 
Em um determinado momento o pastor disse algo mais ou menos assim: O tempo que vc gasta não volta nunca mais. Claro que o tempo não volta e eu sei disso, mas quando ele falou eu fui levada a refletir que cada momento de nossas vidas, sejam momentos bons ou ruins, eles passam e não voltam mais. Sabe aqueles momentos especiais que vivemos no passado e sempre voltam a nossa memória com saudosismo??? eles não voltam. E os momentos difíceis, de conflitos, desafios e perdas??? eles tb não voltam. Se nós não soubermos aproveitar o nosso tempo, ele vai passar e não tem volta.
Ao contrário dos espiritas, que acreditam em reencarnação, nós, cristãos, acreditamos no que a bíblia diz: "E, como aos homens está ordenado a morrerem uma só vez..." Hb9:27 E, portanto, não temos duas, três, quatro vidas pra fazer a nossa história, nós temos esta vida e ela é rápida. 
Nós precisamos aproveitar o dia de hoje pra viver o nosso melhor; nem ficar olhando pra trás, pq o passado não volta, e nem olhando pra frente, pq o amanhã pertence a Deus.
"Não vos inquieteis, pois, pelo dia amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal." Mateus 6:34
Viver o hoje preocupado com o dinheiro que pode vir a faltar amanhã é falta de fé e de confiança em Deus, pq Deus é justo e fiel pra não deixar seus filhos mendigarem o pão. Ele é provedor.
"Fui moço, e agora sou velho; mas nunca vi desamparado o justo, nem a sua semente a mendigar o pão." Salmos 37:25
Sem falar sobre os nossos relacionamentos. Sabe aquela briga que vc teve há anos??? é passado. Libere o perdão. E nos dias de hoje evite discussões e brigas que não levam a nada, pq vc não sabe quanto tempo vc vai ter essas pessoas com vc. A nossa vida é como um vapor que logo se dissipa, não sabemos quanto tempo temos, então, precisamos dar o nosso melhor a cada segundo.
"Digo-vos que não sabeis o que acontecerá amanhã. Porque, que é a vossa vida? É um vapor que aparece por um pouco, e depois se desvanece."Tiago 4:14
Estamos prestes a começar um novo ano e é tempo de refletirmos sobre as nossas escolhas, atitudes e relacionamentos. Não vamos perder a oportunidade de começar uma nova vida enquanto temos tempo.
Vou deixar com vcs alguns dos versículos lidos hoje: "Portanto, vede prudentemente como andais, não como néscios, mas como sábios, remindo o tempo; porquanto os dias são maus.
Por isso não sejais insensatos, mas entendei qual seja a vontade do Senhor.
E não vos embriagueis com vinho, em que há contenda, mas enchei-vos do Espírito;
Falando entre vós em salmos, e hinos, e cânticos espirituais; cantando e salmodiando ao Senhor no vosso coração; dando sempre graças por tudo a nosso Deus e Pai, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo" Efésios 5:15-20
Boa noite.

sábado, 29 de dezembro de 2012

Minha filha e a nova cultura

Desde que chegamos aqui no Canadá uma das coisas que mais impressionou minha filha foi a patinação no gelo. Eu até tentei colocá-la em uma das aulas oferecidas no community center, mas os horários eram incompatíveis com o meu tempo e acabei deixando pra lá. Bom, o tempo passou, o verão veio e ela esqueceu o assunto, até o inverno chegar rsrsrsrrsrs... A melhor amiguinha dela ganhou um patins um pouco antes do natal e, então, que ela ficou mais fixada com a ideia. Não tinha dia que ela não deixava de pedir pra patinar e eu e meu marido decidimos comprar os patins de presente de natal.
E assim fizemos, demos um par de patins rosa e ela ficou encantadíssima!!!! mas depois disso tínhamos um desafio: levá-la pra patinar rsrsrrsrsrs...
Olhei os horários das arenas próximas a minha casa e descobri que aqui pertinho tinha um horário só pra pais com crianças pelas manhã, das 9:00 `as 11:30, e nós fomos. 
Gente, o lugar estava maravilhosamente decorado por causa do natal e tinha crianças de todas as idades, inclusive, bebês sendo empurrados no carrinho pelos pais patinando. Eu vi muitas crianças de 2-3 anos com um tipo diferente de patins, era como se fosse uma plaquinha de plástico com 2 lâminas, ao invés de 1, o que parecia uma sandália que dava eles mais firmeza pra andar no gelo. Eu amei a ideia!!! se eu soubesse teria comprado um pra minha filha antes do patins, pq ela penou rsrsrsrrsrsr.
Eu e meu marido decidimos que ele entraria com ela e depois ele sairia e eu entraria. Bom, ele foi com ela e eu fiquei de fora tirando fotos e filmando, como qualquer mãe babona rsrsrrsrs... Meu marido pegou uma armação de ferro pra ajudá-la a ficar em pé, mas ela deslizava igual a um quiabo rsrsrsrsrs... trocava as pernas que era uma beleza rsrsrsrsrrs... Algumas crianças tb tinham dificuldades, mas tinha uns pequenininhos que davam show, incrível!!! 
Meu marido andou bastante e ela começou a ficar um pouco mais firme. Ele me chamou pra continuar com ela, mas eu já estava congelada. Estava tão frio que minha mão e meus pés ardiam e eu não quis entrar na arena. Gente, não estou exagerando, tava muuuuuuito frio!!! a última vez que eu senti um frio como esse foi em NY, em 2004, se não me engano.
Mas, enfim, tivemos uma manhã bem legal!!! minha filha saiu de lá tão cansada que dormiu no carro antes de chegar em casa rsrsrrsrsrsrsrs... Eu já falei com meu marido que temos um compromisso todos os sábados até o verão chegar rsrsrrsrsrs...
Eu fico impressionada como minha filha está assimilando a cultura daqui. Brincadeiras na neve, snow man, gingerbread house e, até agora, patinação. Imaginem o quanto ela ainda vai aprender!!! 
Vou ficando por aqui pq amanhã é dia de igreja.... Tenham uma boa noite.

sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Meus amigos filipinos

Eu não sei se já comentei com vcs, mas, além do grande número de chineses aqui em Vancouver, tb tem muitos filipinos. Eles estão por todo o lado, inclusive, eles são maioria da minha igreja. 
Meu marido, que é muito mais expansivo do que eu, já fez amizade com muitos deles. Eu troco algumas ideias, mas não os conheço por nome.
A igreja, com o intuito de ensinar a bíblia e aproximar pessoas, tem o que eles chamam de small groups, grupos que se reúnem uma vez por semana na casa das pessoas. O grupo que nós fazemos parte é composto mais por hispanos, então, não convivemos muito com os filipinos.
Bom, mas o que eu quero contar pra vcs é que semana passada uma filipina chamada Tuti nos convidou pra um jantar na casa dela. Eu confesso que fiquei surpresa e lisonjeada com o convite já que não somos íntimas. Achei muita delicadeza dela nos convidar sem ao menos nos conhecer direito.
O jantar foi ontem e foi maravilhoso!!! Nós, eu e meu marido, tivemos a oportunidade de conhecer a família de Tuti, que está aqui há 16 anos, e a família do Pr. Kamal, que está aqui há 6 anos e veio do Nepal. 
Além do banquete delicioso que foi preparado pra nos receber, a noite nos presenteou com a troca de cultura, experiências e, o melhor de tudo, testemunhos das maravilhas de Deus na vida de cada um de nós.
Uma das coisas que eu mais gosto desses encontros é ouvir coisas que eu, dificilmente, saberia se não tivesse imigrado. Ontem mesmo,o marido de Tuti, que já trabalhou em países árabes, nos contou que muita gente ganha dinheiro em Dubai, nos Emirados, mas sofre demais por lá!!! Ele nos relatou que nas cidades que ele trabalhou, além da falta de liberdade, os árabes não eram faceis. Por exemplo: se um deles bater no seu carro, mesmo vc estando parado, a culpa é sua por vc estar lá rsrsrrsrsrsrsr... dá pra acreditar???
Os cultos evangélicos nesses lugares só podiam ser realizados nas embaixadas ou de forma secreta, pq, mesmo dentro da sua própria casa, se a polícia percebesse algum movimento, batia na porta. O marido de Tuti disse que eles sempre convidavam os policiais pra entrar e sempre tinha um bolo de aniversário pronto pra eles cantarem parabéns rsrsrrsrsrsr...
Que bom que o Brasil e o Canadá são países livres, pq viver sem liberdade deve ser horrível!!!
As vezes meu marido me pergunta o que eu acho de alguma coisa relacionada a comportamento, pq causa da minha fé, e eu sempre digo a ele que, da mesma forma que eu quero ser livre pra escolher no que acreditar e em como viver, eu tb acho que todas as pessoas têm o mesmo direito, ainda que eu não concorde com elas.
Bom amigos, por hoje é só.

quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

E o natal de 2012 passou

Passei a noite do dia 24 pro dia 25 na casa de uma amiga com mais alguns amigos. Ela preparou uma mesa incrível!!! Comemos até dizer chega rsrsrsrrs... Foi tudo ótimo, mas é claro que deu aquela saudade da família e dos amigos no Brasil, né??? não tem como ser diferente.
O dia 25 é muito comemorado pelos canadenses, que, geralmente, não fazem nada no dia 24. Como não fomos convidados pra nada no dia 25 ficamos em casa mesmo. Agora, depois de dois dias em casa sem fazer quase nada, já começamos a pensar no ano novo rsrsrsrrs... Gente, ANO NOVO!!! mais um ano chegando cheio de novidades, desafios, conquistas, alegrias, enfim... Eu confesso que fico um pouco receosa com o desconhecido, com o novo que vem sem a gente esperar, sabe??? Mas, ao mesmo tempo, eu sei que as mudanças têm que acontecer pra que a gente saia do lugar. Às vezes portas se fecham e a gente fica preocupado, angustiado, quando, na verdade, elas se fecharam pra nos tirar do comodismo e nos levar pra lugares mais altos. 
Eu lembro de um episódio interessante que aconteceu comigo e meu marido nos EUA. O patrão de meu marido não era uma pessoa ruim, mas eu acho que ele usava drogas e, de uma hora pra outra, ficava agressivo. Já havia algum tempo que me marido estava incomodado com aquela situação e em uma semana que o chefe dele o humilhou na frente de outras pessoas ele saiu do trabalho arrasado. Eu lembro que ele me disse que não aguentava mais e eu fiquei preocupada pq a gente tinha muuuuitas contas pra pagar. Bom, ele orou a Deus e colocou nas mãos do Senhor tudo o que ele estava passando e saiu de carro pela cidade pra espairecer. De repente ele viu uma placa de aluga-se numa área excelente e ele, então, ligou. Pra nossa surpresa o aluguel era bem em conta e ele fechou contrato. Pois bem, ele voltou pro trabalho dele, avisou que iria sair, cumpriu os 15 dias de aviso prévio, treinou uma pessoa pro lugar dele e foi embora. Tudo pela fé.
Em 6 meses o negócio dele estava bombando e o ex-patrão dele começou a perder tudo, inclusive, se separou da esposa e, até onde sabemos, foi parar numa clínica pra reabilitação.
Moral da história: quando Deus está no controle, situações difíceis aparecem pro nosso bem. Na hora a gente não entende, mas com o tempo fica provado que Deus não erra e nem desampara os seus. Ele é fiel.

segunda-feira, 24 de dezembro de 2012

Feliz Natal!!!!! 2012

Oi gente, estamos chegando perto de mais um natal e eu tenho muuuuuitos motivos pra estar feliz. Não sou o tipo de pessoa ligada a datas, mas a chegada do natal me faz pensar em etapas vencidas e conquistadas. Sem falar que eu amo ver minha filha curtido tudo que o natal nos traz, como as luzes, as árvores, as festas, os presentes, e, é claro, o "papai noel". Por princípio e por fé eu nunca ensinei minha filha a gostar dele, mas ela aprendeu sozinha - por influência da família - e eu tb não critico. Ela vê o "papai noel" como ela vê o Mickey, pra ela é a mesma coisa e eu respeito. É claro que eu ensino a verdade, mas como ela só tem 4 anos, não forço a barra, né???
Bom, mas hoje eu acordei feliz, muuuuito feliz. Mesmo com a saudade da família, dos amigos, da minha igreja de Pavão, eu estou bem. Ontem, enquanto eu orava, eu refleti em quanto eu tenho que agradecer a Deus. São tantas bênçãos, tantas conquistas... minha saúde!!!! nossa, Deus é bom demais!!! Em um mundo difícil como o nosso, estar bem, com saúde, e saber que as pessoas queridas estão bem tb, é tudo!!! a gente não precisa ter todo o dinheiro do mundo, fama, sucesso pra ser feliz, basta olhar pro sorriso de um filho e ver a presença de Deus em nossas vidas que temos motivos suficientes pra nos alegrar.
Não deixe a tristeza dominar o seu coração ou roubar-lhe a paz. Olhe ao seu redor e admire tudo o que vc tem, e, caso não tenha nada, feche os olhos, agradeça pela sua vida, e sonhe com o que vc vai ter.
Semana passada eu li uma mensagem no facebook que me chamou atenção, era mais ou menos assim: 2013 trará 365 oportunidades prs vc. E eu pensei comigo: não é que é verdade??? eu vou ter 365 oportunidades de fazer a minha vida diferente!!!
Que tal aproveitarmos este natal pra nos prepararmos pra 2013??? Convide Jesus pra fazer parte da sua vida. Converse com Deus e permita que Ele entre no seu coração. Eu costumo dizer que Deus não é mal educado, Ele não entra sem antes bater na porta. Ele está batendo na porta do seu coração e cabe a vc deixá-lo entrar ou não. Eu deixei ele entrar há mais de 10 anos atrás e depois disso a minha vida mudou, mudou pra melhor.
Bom amigos, vou ficando por aqui. Hoje a noite vou a igreja e depois pra um jantar com alguns amigos. Tenham um Feliz Natal!!!!

sábado, 22 de dezembro de 2012

E o coração???

Oi gente, como vcs estão nesses dias que antecedem o natal??? Tenho certeza que tem gente bem animada com a movimentação natalina, mas tb tem muita gente com o coração apertado, né???
Se eu pudesse estaria com a família ou, pelo menos, mais perto dela. Como não posso, tento me animar com a empolgação da minha filha, pq ela sim curte muuuuuito!!!! Hoje saí com ela e com meu marido pra comprar algumas coisinhas, mas nem deu pra fazer tudo o que eu queria. O maridão não tem ânimo de bater perna, acabou me estressando e voltamos pra casa. Vou ver se segunda acabo de comprar tudo o que eu quero.
Essas datas especiais longe da família sempre dão um ar de melancolia, um saudosismo, uma vontade de que o tempo passe logo, enfim... vcs entendem. Mas a gente consegue diminuir um pouco a distância das pessoas queridas nos juntando com os novos amigos daqui. Tá todo mundo no mesmo barco mesmo, então, vamos passar o natal como se fosse uma família, uma família de imigrantes.
A boa notícia do dia é que minhas notas saíram e eu passei em tudo, graças a Deus. Eu me esforcei, mas tinha minhas dúvidas se conseguiria; algumas matérias me deixaram insegura. Fico até pensando se vou dar conta do próximo semestre, já que as coisas tendem a ser mais difíceis. Mas vou vivendo cada dia de uma vez, então hoje, estou satisfeita de ter vencido mais uma etapa.
Quem diria que em um ano eu já estaria estudando, hein??? nossa, como as coisas estão acontecendo rápido!!!
Bom, vou ficando por aqui. Tenho certeza que quase ninguém vai ler este post, pq tá todo mundo ocupado com o natal... mas eu escrevo assim mesmo rsrsrsrsrs....

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Vale a pena ler

Oi gente, uma amiga minha que mora na Alemanha foi passear em Lisboa e se deparou com uma história que vale a pensa ser lida e compartilhada. Não somente pela beleza e profundidade do tema abordado, mas tb como uma forma de divulgação para que as autoridades brasileiras se posicionem em relação ao fato.
Eu copiei o texto pra colocá-lo aqui, mas vcs podem acessa-lo no blog Wagau http://wagau.blogspot.ca/2012/12/fim.html

FIM DO MUNDO NA AVENIDA DA LIBERDADE!


Hollywood nem precisaria encenar o Apocalipse no aterrorizante filme 2012, que exibe o fim dos tempos baseado nas profecias do calendário Maia. A queda da humanidade e a derrocada do planeta já acontecem diariamente, sem a participação de catástrofes naturais.
 
Wagando por Lisboa, a pitoresca cidade dos grandes navegantes, me deparei com o fim do mundo, em plena Avenida da Liberdade! A existência sem teto do fabuloso dom Enrique. É assim chamado, pelos lisboetas, o morador de rua mais querido da cidade. Personagem que presenteia turistas e a elite local com a sabedoria do seu espírito revolucionário e uma fé sem tamanho.


É um prazer fora do mapa sentar ao lado deste ancião intelectual, sociólogo e psicólogo para filosofar, falar de Goethe, Fernando Pessoa, cantarolar a MPB e ver seus olhos brilhando em lágrimas ao se lembrar do Brasil de suas memórias. Só que as conversas não acontecem num sofá da sala de estar, mas nas escadarias frias da marquise do cinema São Jorge, onde transeuntes de todas as classes sociais sentam lá para conversar com o sábio.


É um desprazer tremendo, entretanto, saber que esta pessoa brilhante é o protagonista de um roteiro amargo cujo título só pode ser “O fim do Mundo na Avenida da Liberdade!”Ele não é o único indigente da vida real. No Brasil, crianças, idosos, famílias inteiras habitam as calçadas. Mas a saga de dom Enrique, o mártir do passeio público, simboliza bem os caminhos errantes que nos trouxeram ao fim. Encontrá-lo, no dia 21, me sugeriu outras rotas, a da reflexão, do amor, da justiça e da solidariedade.


Quem for a Lisboa, depois de passear na Liberdade, uma das avenidas mais caras do mundo, visite esta lenda viva, se ele ainda estiver por lá. Não ofereça abrigo ou dinheiro, pois ele não aceita, mas dê seu ombro amigo e ouça histórias que nenhum outro vivente poderá lhe contar.
 

Enrique Perez Farreny é um espanhol de 81 anos. Ele wagou pelo mundo e parou no Brasil, onde chegou a ter muitas posses. Seu patrimônio foi destruído pela ditadura militar. Hoje, ele mora embaixo da marquise na capital portuguesa. Em jejum constante, este amável velho bebe apenas água com vitamina C, e fuma um cigarro de vez em quando para esquentar. Não come há 56 dias, faz sua greve de fome como uma queixa silenciosa, já que tenta sem sucesso que o governo espanhol conceda sua aposentadoria como Espanhol-Brasileiro, como direito pelos anos trabalhou nos dois países. O argumento do estado Espanhol é “não ter recebido os documentos relevantes do governo brasileiro”.


A luta dele já dura mais de uma década. O governo espanhol se recusa a pagar a aposentadoria e argumenta precisar de uma carta do Brasil, mas ele garante que o Brasil já a havia enviado e os espanhóis "sumiram" com o documento. Abaixo, publico a carta enviada por ele ao governo Espanhol e a resposta negando a aposentadoria ou reforma.


Ele não aceita negociação, não quer ir para um lar de idosos. Prefere morrer. Don Enrique persiste na luta que ele considera um direito inalienável, sua aposentadoria. Se recebida, promete sair das ruas, voltar ao Brasil e rever o túmulo dos seus pais. Mártir da terceira idade, alega que, se aceitar esmolas ou abrigo, perderá a luta e outros velhos terão seu futuro ceifado nas ruas, sem a ajuda da Previdência Social.
 

À tentativa de convencê-lo a ir para algum abrigo para não morrer de frio, ele respondeu: “Eu não quero casa, quero meus direitos!” Envergonhada da nossa "desumanidade" como espécie, apenas falei: “Dom Enrique, sinto muito por tudo isso. Desculpe por nosso mundo ter chegado a este ponto!”
 

Ele não aceitou entrevista filmada, mas permitiu sair em matéria no Wagau. Revelou que não confia mais na imprensa: da última vez que uma TV fez uma reportagem, ao invés de ajudá-lo quase foi internado pela polícia num manicômio. O psiquiatra logo o liberou, depois de constatar sua absoluta sanidade mental.Enfraquecido e magro, tem esperança de que possa haver uma última heroína, a presidenta do Brasil. Afirma que, se ela soubesse do seu caso, ele não estaria ao relento, pois assim como ele, ela foi vítima da ditadura brasileira.

Como operária da comunicação, fiz uma cópia do documento que comprova a sua tentativa de receber a reforma e prometi contatar com as autoridades brasileiras. Ele disse, em tom manso: “Minha filha, vá até onde puder ir, sentar ao meu lado e me ouvir já é o grande presente no incentivo da minha luta. Construa outra velhice para você e os seus! Já estou perto de partir deste mundo”.


Saí de Portugal com aperto no peito e, da Alemanha, escrevi uma carta para a presidência do Brasil. Relatei o caso deste idoso e sua dificuldade em retirar sua aposentadoria. E muito me contentou que minha prosa na sarjeta não tenha sido em vão: já recebi alguns e-mails que me trouxeram esperança, como de Alessandra Vinhas, assessora de imprensa do Ministério das Relações Exteriores: “Cara Rafaela, Ficamos muito sensibilizados com a história desse senhor. A área responsável pela negociação de acordos de previdência com outros países vai se articular com o Ministério da Previdência Social para averiguar o que pode ser feito para que ele possa receber a aposentadoria na Espanha. Assim que tivermos novas informações, voltaremos a contatá-la”.

É meu desejo que, no dia em que você visitar Lisboa, dom Enrique já não esteja nas ruas nem tenha passado para o outro lado do caminho, mas esteja no Brasil, após receber a aposentadoria a que tem direito, confortável numa sala de estar, recebendo visitantes e jornalistas.


Fiquei muito contente por tê-lo conhecido e suas prosas ainda pairam nos meus pensamentos. É muito triste saber que a face da velhice se mostra tão cruel. Sua tenacidade está à beira da morte e, antes da minha partida, ele havia colado um novo cartaz anunciando o estado meditativo. Que chegue ao fim este tipo de mundo onde vivemos, onde velhos moram nas ruas e políticos em palácios, e que o Brasil ajude a mudar histórias tristes como a deste genial e desamparado senhor. (Rafaela Carrijo Jeckle, 21.12.2012).
 

Obs: Se alguém tiver o contato da presidenta Dilma ou acesso à previdência social espanhola, por favor, enviem este arquivo.


quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

O que eu e os ursos temos em comum

Bom, neste inverno eu descobri que eu tb hiberno rsrsrsrsrrsrs... Gente, eu tô dormindo muuuuuito!!!! eu estou dormindo tanto que eu mesma já estou incomodada!!! Férias + friozinho= combinação perfeita pra ficar debaixo da coberta. Eu acho que é assim que me corpo pensa rsrsrsrsrsr... só pode.
Ontem, quando eu acordei pra levar a minha filha na escola, tinha uma mensagem no meu celular, do maridão, dizendo que eu deveria ficar em casa pq estava nevando muito. Sem nenhum sacrifício, dormi mais um pouco. Quando minha filha acordou e nós levantamos pra tomar o café, ela olhou pra varanda e viu tudo branquinho, branquinho, e começou a gritar e a pular pela casa: Neve!!!! mamãe, tá caindo muita neve!!!! vamos pra rua fazer o snow man... Enfim, foi a maior festa!!! Eu estava com a maior preguiça, doida pra ficar em casa, bem no quentinho, mas, diante de tanta afobação, eu não resisti. Me arrumei toda, arrumei minha filha e descemos pra brincar na neve. O bom é que, mesmo com muita neve, a temperatura estava boa, tipo 1 grau, então, deu pra ficar tranquilo. Não era aquele frio de -20 que arde orelha, pé, mão e tudo, sabe???
Por minha filha nós tínhamos ficado a manhã toda brincando, mas a "veinha" aqui não deu conta não rsrsrsrsrsr... Eu acho interessante como as crianças curtem a neve e o frio. Elas não sofrem como os adultos não. Hoje, boa parte da neve já tinha derretido - ainda bem - pq aqui não neva muito mesmo, e pra minha filha isso foi motivo de tristeza. Por ela tinha que nevar muuuito mais.
Eu até gosto quando neva, curto, acho bonito, mas neve demais não me agrada por alguns motivos: dirigir na neve é sempre mais perigoso, principalmente, pra quem não tem prática; quem mora em casa tem que se preocupar em tirar neve da porta, do telhado, enfim... sem falar no frio, né???
Mudando de assunto, estamos já pensando mais no natal do que em qualquer outra coisa. Esse vai ser meu segundo natal aqui e eu vejo como o tempo tá passando rápido.
Eu estava até comentando com minha amiga que, por causa do curso que eu comecei, eu sinto que o ano de 2012 foi bem produtivo. Eu acho que tanto eu quanto meu marido e minha filha estamos mais adaptados e com mais perspectivas em relação ao nosso futuro aqui. Acredito que pouco a pouco estamos fazendo de Vancouver o nosso lar. Semana passada meu marido perguntou se minha filha preferia aqui ou o Brasil, e ela disse que aqui era a casa dela, mas que o Brasil era onde ela passava férias. Achei tão bonitinho!!!
Bom gente, vou parando por aqui. Tenho feijão na panela e não quero correr o risco de queimá-lo... Tenham todos uma noite abençoada, cheia de sonhos bons.

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Revirando emails antigos

Algumas amigas me perguntaram se eu não tinha fotos do meu casamento pra colocar no face, e eu lembrei que um amigo de meu pai tinha tirado algumas fotos e mandado pra mim por email. Eu tenho o album do casamento, mas deixei no Brasil, então, eu pensei que poderia copiar as fotos do meu email e colocar no face, mas, infelizmente, meu primeiro email na conta atual é de 2005 e eu casei em 2004.
Mas foi muito interessante ver quantas coisas já aconteceram, quantas águas já rolaram em todo esse tempo. Pude ler alguns emails de grandes amigas, mensagens de consolo, de força, simples recados ou emails de trabalho, e muuuuitos, mas muuuuuitos emails da Interapoio, de quando eu comecei o processo. Como o tempo passou!!!
Olhando pra trás eu chego a conclusão que eu sou o tipo de pessoa que sonha e corre atrás do sonho. Pq o Canadá era uma ideia tão longe do que eu estava vivendo, e hoje é a minha realidade. Minha filha, que está brincando aqui na minha frente, era um sonho difícil de ser alcançado em 2007, pelas complicações que eu tive pra tê-la, e hoje é uma doce realidade.
Quantas coisas acontecem em nossas vidas que nos deixam a impressão de que não tem jeito??? quantas vezes somos levados a acreditar que não conseguiremos??? Mas basta olharmos pra trás pra vermos que somos vencedores. Já superamos muitos obstáculos, ultrapassamos barreiras, tivemos muitas conquistas e aprendemos com as derrotas, que sempre nos fizeram crescer.
Estamos chegando ao final de mais um ano e é tempo de refletirmos o quanto temos que agradecer a Deus e planejarmos os nossos objetivos pro próximo ano.
Hey, deixa eu te contar um segredo: o melhor de Deus ainda está por vir :):):) Creia!!!

domingo, 16 de dezembro de 2012

Tá nevando

Desde ontem começamos a ver um pouco de neve por aqui. Eu falo um pouco, pq ainda não é suficiente pra acumular, tá caindo junto com a chuva.
Eu agora mesmo estou escrevendo aqui no blog e vendo os floquinhos caírem pela janela.
As vezes eu não acredito que vim parar em um lugar que neva rsrsrsrrssr... é uma coisa tão longe da minha realidade, já que nasci e fui criada na Bahia, ou seja, neve só nos desenhos animados e fotos dos outros rsrsrsrrsr... que é difícil acreditar que eu vim parar no Canadá.
Eu lembro que quando eu tinha uns 13 anos eu vi a foto de uma colega de sala curtindo a neve em uma das viagens da família e eu fiquei pensando comigo em quando eu teria a oportunidade de viver uma experiência como aquela. Bom, o tempo passou, o mundo girou e aos 24 anos eu fiz uma viagem até New Hampshire, nos EUA, e conheci o gelo beeeeemmmm de perto. Depois disso o mundo continuou girando, o tempo passando, as coisas mudando e, de repente, onde eu vim parar??? nas terras geladas do Canadá.... ok, eu estou na parte mais quente, mas ainda assim é Canadá, né??? rsrsrrsrsr...
Mudando de assunto, apesar de ter tido momentos muito agradáveis no meu final de semana, desfrutando da presença de amigos queridos, eu não posso negar que meus últimos dias foram tristes. O que aconteceu em Connecticut tocou muito em mim. Na verdade eu acho que tocou em pais e mães do mundo todo que amam seus filhos de verdade.
Só de pensar no sofrimento das famílias, no que as crianças presenciaram, no pânico que sentiram, não tem como não ficar de coração partido. Podia ser minha filha, minha sobrinha, o filho de uma amiga, enfim, o que aconteceu nos EUA podia ter acontecido em qualquer lugar... ok, eu sei que acontece com mais frequência nos EUA, mas ninguém está imune a violência, nós brasileiros sabemos bem disso.
Pra encerrar eu gostaria de dizer que a senhora que me ensinou a costurar está melhor e já foi pra casa, e que Amandinha, a filha de uma amiga, já saiu do hospital e está em casa tb. 
Eu peço que vcs estejam orando por minha amiga Maristela, que está em Fortaleza lutando contra um câncer de pulmão, e que não deixem de orar pelas famílias enlutadas de Conecticut.
Que o Senhor nos dê a todos uma semana abençoada.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Férias e reflexão

Oi gente, hoje eu fiz minha última prova desse semestre. Não sei se fui bem pq foram 72 questões, muita coisa pra ler... Mas eu saí do BCIT com uma sensação de mais uma etapa vencida. Ainda não tenho todas as notas, mas estou confiante de ter passado. Só vou ter certeza mesmo próxima semana quando forem divulgadas as notas oficiais.
Mas nada hoje teve mais importância pra mim do que o massacre da escola americana. Fiquei perplexa e arrasada!!! confesso que não segurei as lágrimas. Uma coisa como essa não se explica, é tão desumano que é difícil de acreditar. 
Eu li uma matéria no site da CNN, sobre o massacre, que perguntava: Where's God?
Onde está Deus??? 
Eu não tenho palavras que possam explicar o que aconteceu, pq, como mãe, eu me coloco no lugar dos pais que perderam seus filhos e posso imaginar a dor que estão sentindo. A vida deles foi destruida, roubaram-lhe, de uma forma horrível, o que eles tinham de mais valioso, e isso não tem justificativa.
Mas, infelizmente, a nossa sociedade não tem buscado a Deus. Deus tem sido, pra maioria das pessoas, uma palavra esquecida nas bíblias empoeiradas. As pessoas educam seus filhos sem Deus, fazem negócios sem Deus, vivem sem Deus, e depois perguntam: Onde está Deus?
O assassino estava altamente armado com armas adquiridas de forma legal. Agora eu pergunto a vcs: quem venderia armas pesadas pra um jovem de 20 anos??? Que sistema permitiria que qualquer pessoa comprasse armas que poderiam ser usadas pra um assassinato em massa??? 
Essa sociedade quer mesmo saber de Deus ou está mais preocupada com o dinheiro que o mercado dos armamentos faz???
Não é a primeira vez que uma coisa como essa acontece nos EUA e, infelizmente, o governo e os fabricantes de armas parecem não se sensibilizar. Até mesmo as pessoas comuns parecem não serem tocadas o bastante pra pedir mudança nessa lei ridícula que coloca armas nas mãos de qualquer pessoa.
Deus disse em Jr33:3"Clama a mim e responden-te-ei..."
"E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra." 2 Crônicas 7:14
Quando este mundo menos esperar a justiça do Senhor virá sobre a terra, e aí sim as coisas serão diferentes.
Que Deus console e fortaleça os pais, familiares e amigos de todos que tiveram suas vidas ceifadas no dia de hoje.

terça-feira, 11 de dezembro de 2012

Vencendo os gigantes

Quando eu casei com meu marido eu lembro que ele chegava em casa do trabalho e eu perguntava como tinha sido o dia dele, e ele me respondia: Venci mais um gigante.
Hoje eu posso dizer que eu tb venci mais um gigante rsrrsrsrsrs... Não que eu tenha problemas sérios pra resolver, mas `as vezes a gente tá tão cansado que o dia se torna um desafio. Eu nunca fui uma pessoa das mais energéticas, daquelas que fazem mil coisas ao mesmo tempo, sabe??? sou mais estilo "bossa nova", devagar e sempre, uma rede na praia... e não é pq sou baiana não!!!! rsrsrrsrsrs... Minha irmã do meio tb é baiana e tem muito mais energia do que eu rsrsrsrsrsrs... Bom, mas o que eu quero dizer é que eu sempre fui mole, depois do Tamoxifeno então, eu fiquei mais mole ainda. E minha vida de dona do lar - a que faz tudo e mais um pouco - e de estudante por tempo integral parece ter esgotado as minhas baterias e eu só penso em férias. 
Hoje eu fiz duas provas, peguei minha filha na escola, dei banho, comida, limpei a cozinha, arrumei a casa, tomei banho, e quando eu estava pronta pra descansar um pouco eu ouvi um barulho: POW!!! e depois uma voz mais mansa: Mamãe, derramei o copo de suco. Levantei, com toda a calma do mundo, e fui ver... vcs não fazem ideia!!! Eu não sei como ela conseguiu, mas voou suco pelas paredes e era suco de uva pra todo o lado. Respirei fundo e fui limpar a sujeira... fazer o quê???
Agora estou aqui no computador passando o tempo e criando coragem pra estudar pra minha última prova, que vai ser na sexta. Nessa reta final eu nem estou pensando em tirar grandes notas, eu só quero passar e descansar rsrsrsrsrrs...
Mudando de assunto, hoje saiu as mudanças da imigração pro Canadian Experience Class e, até onde eu vi, as coisas ficaram mais faceis pra quem vem estudar e adquiri experiência profissional. Se for o caso de algum de vcs, vale a pena conferir: http://www.cic.gc.ca/english/department/media/releases/2012/2012-12-11.asp

segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Tô meio azeda

Estou naqueles dias bem chata, sabe??? Ontem foi o jantar de natal da igreja e eu fiquei sabendo que a senhora(maravilhosa) que me ensinou a costurar estava internada por problemas com o marcapasso. Ela tem 85 anos, já não é novinha, e eu fiquei bem preocupada. A bateria do marcapasso está vencendo, e, ao invés dos médicos trocarem logo, parece que querem deixar que ela morra. 
Me deu uma vontade de chorar!!! foi uma mistura de emoção de final de ano, ausência da família e, principalmente, da minha saudosa avó, enfim, fiquei abalada. Ela costurou um vestido lindo pra minha filha usar ontem... é tão cheia de amor pra dar, sabe??? Doi pensar que ela já está mais pra lá do que pra cá.
Eu, que tenho uma fé viva, entendo que crente não morre, volta pra casa. Mas como humana sinto muito pensar na distância de corpos e na saudade. Sinto muita saudade de minha avó, é algo que não passa.
Fiquei sabendo tb de Amandinha. Uma criança de 5 aninhos, filha de uma amiga, que desde que nasceu luta muito pra equilibrar a saúde. Ela é um milagre de Deus, pq Amandinha já chegou a ser desenganada, mas tem superado as dificuldades e tem sobrevivido. Enfim, Amandinha está internada novamente e o intestino dela não está funcionando... ela precisa das nossas orações.
E eu fico pensando: meu Deus, quanta coisa!!!
Sei que faz parte da vida e que tudo passa, mas `as vezes abala mesmo, né??? 
Tantas coisas acontecendo e eu ainda em provas, cheia de coisinhas chatas pra estudar. Hoje fui fazer mais uma final e não fui muito bem. Saí da prova um pouco preocupada e quando fui usar o para-brisa percebi uma sacolinha no vidro... advinhem??? uma multa!!!! que raiva!!!!!!!!! esqueci que o estacionamento do BCIT tinha vencido ontem - domingo - e acabei levando uma multa de $60. Quase tive um troço!!!! Liguei, liguei, liguei, esperei, esperei e esperei, até que eu consegui falar com um atendente do estacionamento, expliquei minha situação, e ele, como que num milagre, cancelou a multa pra mim. Mas pensem que até esse ponto eu já estava muuuuuuuito estressada!!! já tô apertada e o dinheiro ainda quer voar da minha mão, não dá, né???? 
Mas amigos, desculpem o desabafo. Tudo na vida passa e as coisas ruins tb passam. Deus é justo e fiel pra nos fortalecer e nos dá alegria mesmo no meio das adversidades. Tenho muito motivos pra agradecer a Deus e não posso reclamar das pequenas dificuldades do dia-a-dia. Deus tem cuidado da minha amiga que está no hospital, Deus tem cuidado da Amandinha, tem cuidado de mim e de vcs. Vamos esperar pelas notícias boas, pq eu tenho certeza que elas chegarão.
Tenham uma boa noite.

sexta-feira, 7 de dezembro de 2012

Enfim, sexta:):):)

Semana corrida com direito a prova, pneu furado e algumas coisinhas a mais. Graças a Deus a semana tá acabando e eu me sinto como se tivesse vencido mais um gigante rsrsrsrsrs...
Sei que tenho andado sumida, mas eu estou muito concentrada em passar na provas. Depois de anos sem estudar as coisas não ficam muito faceis. Sei que vcs entendem pq vcs tb estão na luta do dia a dia, né??? cada um com seu abacaxi pra descascar rsrsrsrsrrsrs...
Acabei de ler um blog de um amigo meu e ele estava citando algumas dificuldades que ele já tem encontrado na vida de imigrante.
Sabe, gente, pra quem está se preparando pra vir parece que a chegada dos passaportes é o sonho realizado. Todo munto fica feliz, é uma alegria geral, mas só aqui as pessoas vão ver que o processo de imigração foi o começo do desafio, que a parte mais difícil está é aqui, no começo de uma vida nova.
Eu tirei um pouco do meu tempo pra conversar com uma pessoa que chegou a poucos meses e tem passado momentos complicados. Ela, diferente do marido, não tem se adaptado `a vida aqui. Se sente uma estranha, não suporta o fato de não falar inglês e de não poder se comunicar com as pessoas, sente saudade da família, da carreira (bem sucedida) de advogada, e só pensa em voltar pra casa. O problema é que a casa dela é em um país perigoso, e há 3 dias atrás o cunhado dela foi assassinado a tiros. O marido e o filhos dela querem tentar a vida aqui e ela, então, fica dividida. A angústia, a depressão e a amargura tem tomado os dias dela e ela tem se isolado, passa dias e dias em casa, sem sair, pensando na vida que ela deixou pra trás.
Quando nós mudamos de país, o que ficou pra trás não pode roubar o nosso presente, assim como a nossa ansiedade pelo futuro tb não pode tirar a nossa paz de hoje. Devemos viver cada dia intensamente, fazendo sempre a nossa parte, e confiando que Deus cuidará do amanhã.
Nada acontece por acaso, se Deus permitiu que eu viesse pra cá, permitiu que essa mulher viesse e que vc viesse, Ele tem um plano. Vamos confiar que tudo vai dar certo no tempo certo.
Conversei muito com essa pessoa, dividir minhas experiências com ela e agora só me resta orar pra que ela busque a virada que ela precisa dar em sua vida, afinal, parada, olhando pro teto é que as coisas não vão mudar, né???
Amigos, cuidem do emocional de vcs. Ao menor sinal de que a cabeça não vai bem, procurem ajuda. As vezes o que é fácil pra vc não é pro seus filhos ou pro seu cônjuge, fiquem atentos.
Tenham um final de semana abençoado.

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Chegando no final...

Do meu primeiro termo do curso. As provas finais começam amanhã e eu estou bem preocupada. São muitos trabalhos e muitos assuntos e as vezes eu tenho medo de não dar conta.
Estudar quando jovem, sem família e muitas preocupações é uma coisa, mas casada, com filho e casa pra cuidar, aí é beeeeemmmm diferente!!!! Mas estou dando o meu melhor e seja o que Deus quiser.
Mudando de assunto, ontem eu fui no culto e ouvi uma palavra tão bonita!!!! Eu queria muito ter gravado o testemunho e colocar aqui pra vcs ouvirem tb.
Nos meus quase 15 anos de igreja eu já ouvi e vi muitas coisas bonitas, muitas palavras de esperança, fé, conquistas, superação, milagres, enfim, palavras que me inspiraram e que fortaleceram a minha fé. Mas, por mais que eu já tenha escutado, eu não deixo de me emocionar e de ser tocado quando eu vejo o agir de Deus na vida de alguém. 
Conheço muitas pessoas que não acreditam em Deus, ou acreditam em um deus ser superior, uma energia maior e coisas do tipo. Eu não tenho como provar a existência de Deus cientificamente ou materialmente, mas eu sei que Ele existe, que Ele fala, que responde as minhas orações e está comigo em todos os momentos. 
A pessoa que deu o testemunho ontem - um pastor do Nepal - contou que há mais de 10 anos atrás foi em uma oração de uma igreja brasileira na Austrália, e ele estava angustiado sem saber o direcionamento que ele deveria tomar. Ele estava em um momento muito confuso e precisava de uma resposta de Deus. De repente, no meio daquela oração, em português, uma mulher se dirigiu a ele, falando em inglês e disse que ele não se preocupasse com o dia de amanhã, pq Deus estava dizendo a ele naquele momento: "Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais." Jeremias 29:11
E ele ouviu aquilo e não deu muita importância. Os anos se passaram e ele foi convidado pra se mudar pro Canadá pra começar o seu ministério pastoral aqui, o que ele aguardava ansiosamente. Assim que ele chegou foi posto em contato com a convenção Batista, fez uma entrevista pra ser pastor e, assim que ele foi aceito, ele recebeu uma placa de vidro com a profecia de Jeremias 29:11 "Porque eu bem sei os pensamentos que tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz, e não de mal, para vos dar o fim que esperais."
Era como se Deus estivesse dizendo a ele naquele momento: Viu que eu realize os sonhos do teu coração??? viu que lá atrás eu já cuidava de vc???
Assim como Deus agiu na vida desse pastor do Nepal, Ele tb tem agido na minha vida. Sinto Suas mãos sobre mim a todo momento, reconheço a Sua voz e sou guiada por Ele. Várias vezes Deus se revelou a mim de uma forma maravilhosa... mas eu tb não posso negar que já passei muitos momentos que eu não sabia o que Ele queria, era como se Ele estivesse em silêncio e eu não ouvia nada, não sentia nada... horrível!!! Aí eu aprendi que nessas horas o melhor que temos a fazer é entrar em jejum e oração e esperar, pq Deus está trabalhando. Eu sei que não é fácil, mas quando Deus se cala significa que é momento de espera, não há nada que possa ser feito.
Gente, escrevi demais. Tenho certeza que esta mensagem vai tocar na vida de alguém, pq eu nem estava planejando escrever hoje, se escrevi isso tudo é pq alguém estava precisando. Tenho certeza :):):)
Tenham uma boa noite.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Aniversário do maridão

Pois é amigos, ontem meu marido completou mais um aninho de vida. Por falta de tempo eu não fiz nada de especial, mas o pouco que eu pude fazer já foi a maior correria.
Saí do curso correndo, comprei o presente dele, passei no mercado pra comprar algumas coisas, peguei minha filha, peguei ele no skytrain, fomos pra casa, arrumamos e fomos pro estudo bíblico. Eu já tinha encomendando um bolo pra um parabéns surpresa, e assim encerramos a noite.
Eu estava até pensando em fazer uma reuniãozinha lá em casa sábado a noite, mas não vai dar mesmo. A semana que vem vai ser toda de provas finais e eu não estou vendo como eu vou conseguir dar conta de tantas coisas.
Novidades??? eu nem tenho. Aqui tá chovendo pra caramba, pra variar rsrsrsrsrs... Mas quando chove significa que o tempo esquentou. As vezes tá o maior sol, mas um frio.... de arrebentar!!!
Vou ficando por aqui. Orem pra que eu dê conta dos estudos, estou muito preocupada com duas matérias.

terça-feira, 27 de novembro de 2012

Visita ao EA

Hoje a minha turma fez uma pequena visita ao predio da EA(Eletronic Arts), empresa responsável pela produção de diversos games e animações. Eu estava até com preguiça de ir, pq não é minha área, mas confesso que a minha ida valeu a pena.
Gente, eu nunca vi um prédio tão bem feito como aquele!!! Tem tudo que vcs puderem imaginar e mais um pouco pra que os funcionários se sintam bem. Por exemplo: sala de jogos, quadra de tênis, campo de futebol, academia, massagem, cinema, lanchonete, restaurante, starbucks, enfim... Na cafeteria tinha uma foto enorme do Anderson Silva. Pena que as fotos não são permitidas dentro do predio:(:(:(
Eu me senti numa super produção ou em um pedacinho de Hollywood dentro do Canadá.
Imagino que para os fãs de games o EA é o sonho na realidade rsrsrsrsrrs... 
Quando acabou o tour meus colegas só faltaram implorar por uma oportunidade de trabalho. Eu tb amaria trabalhar lá, mas não sou da área de games e nem tenho interesse. Vou deixar umas fotos pra vcs que eu tirei do lado de fora.


segunda-feira, 26 de novembro de 2012

Cansada mas de pé

Eu estou um pouco desgastada neste final de ano. Não vejo a hora de entrar de férias pra poder não pensar em nada e não fazer(quase) nada rsrsrsrsrrs... Não vou ter férias de verdade, vão ser só duas semanas, mas, pelo menos, vou poder recomeçar o curso mais disposta e acompanhando as aulas desde o começo, diferente de agora que cheguei do Brasil e caí de paraquedas no meio de vários trabalhos.
Mudando de assunto, gostaria de compartilhar com vcs que depois do post de ontem uma das minhas amigas blogueiras, que está estudando nutrição, perguntou se eu não gostaria de ser uma das "pacientes" que ela vai precisar ter durante o curso. E é claro que eu topei na hora!!! estou mais do que necessitada rsrsrsrsrsr... Agora é só esperar ela me chamar pra começar a trabalhar no meu cardápio.
Outra coisa que eu quero contar pra vcs é que hoje eu apresentei um trabalho no curso sobre a tecnologia nos países em desenvolvimento, e, pra ilustrar, eu coloquei algumas fotos pessoais de alguns trabalhos missionários que eu fiz no Brasil. Apresentei fotos de uma das minhas visitas a uma aldeia de índios e outras de algumas comunidades carentes na região de MG... O trabalho foi um sucesso!!! Graças a Deus eu consegui fazer com que meus colegas e meu professor refletissem sobre o quanto eles são abençoados por morarem em um país como o Canadá. Tenho certeza que corações foram tocados, e era exatamente essa a minha intenção. As vezes a gente não precisa nem falar de Deus pra mostrar `as pessoas que Ele existe, e hoje foi assim, não falei diretamente DEle, mas Ele estava presente em toda a apresentação. Aconteceu uma coisa até interessante. Eu senti dificuldades com o meu inglês e fiquei até incomodada com a minha pronuncia, mas quando eu acabei muitas pessoas vieram falar comigo que minha apresentação foi clara, que meu tom de voz foi perfeito e que eu passei uma segurança incrível. Eu só posso pensar que foi Deus traduzindo meu inglês de "índio" pra que todos entendessem a mensagem que eu queria passar rsrsrsrsrrsrs... só pode!!!
Pra encerrar a postagem de hoje eu queria dizer para os meus amigos de Alberta: Calgary vai ter que esperar!!! rsrsrsrsrsrrs... Hoje eu acordei com -2 e senti um frio de lascar!!! a calça jeans parecia uma segunda pele bem fininha... e eu pensei comigo:  euzinha em Alberta??? nem pensar!!!! kkkkkkkkk... Calma, não vou dizer que "dessa água eu nunca beberei", mas tb não vou dizer que quero ir né??? frio, frio e muuuuito frio!!!! Eu só tive vontade de ficar na cama, debaixo das cobertas, dormindo um soninho bem gostoso. Frio pra brasileiro é sinônimo de casa, coberta e sono.
Vou ficando por aqui. Tenham uma boa noite.

domingo, 25 de novembro de 2012

O peso que me consome

O maridão melhorou do mal estar e até já foi pra academia hoje. Em falar em academia ele recomeçou as cobranças em relação ao meu peso tb rsrsrsrsrr... Tudo indica que vamos comprar uma esteira em breve. Se eu não tenho tempo de ir a academia a academia vai ter que vir até mim. 
Desde que eu terminei a quimio eu me sinto o Ronaldo(ex-jogador) antes do medida certa rsrsrsrrs... e é sério!!! O espelho virou meu inimigo e as fotos, então, fujo delas!!! O mundo não é dos gordos, pelo menos é assim que eu vejo. Me olho inchada, fora das medidas, com as roupas pressionando as gordurinhas e deixando aquela aparência de "tá tudo fora do lugar"... um horror!!! eu me cobro, meu marido me cobra, e o mundo me cobra. Sabe aqueles comentários que aparecem de vez em quando: Nossa, como vc está diferente??? Vc deu uma engordadinha, né??? ou pior: Vc tá gravida de quantos meses??? Dá aquela vontade de dar um tiro de fuzil rsrsrsrsrrsr...
E eu já algumas gordinhas falando: estou gorda mas estou feliz... ahhhhh será mesmo??? Pq eu queria muuuuuuuito perder o peso que eu adquiri na quimio. 
Ai vc pode estar pensando: Mas isso não é tudo, pelo menos vc está com saúde. Bom, é verdade. O peso não é a parte mais importante da vida, mas o peso em excesso tb é um problema pra saúde e um risco de reincidência em casos de câncer. Sem falar que afeta a autoestima... e não venha me dizer que é bobagem, pq só quem já foi gordo ou está gordo sabe como é ruim.
Mudando de assunto, fui ao culto hoje e o pastor pregou uma palavra que tocou muito o meu coração. Resumindo ele falou que as coisas que acumulamos nesta vida, como as riquezas, são temporárias e passageiras, enquanto os relacionamentos são eternos. Todo mundo sabe disso, mas as vezes a gente precisa ouvir pra lembrar que somos abençoados e as escolhas que temos feito são as corretas. Foi uma mensagem que veio como resposta para os meus pensamentos de ontem. Eu até escrevi aqui no blog sobre isso. 
Eu acho incrível como Deus sabe de tudo. A gente pensa e ele já prepara a resposta. E tem gente que ainda duvida que Ele exista.


sábado, 24 de novembro de 2012

Sábado... de trabalho

O maridão chegou ontem e foi uma festa aqui em casa. Minha filha grudou nele que mal deu espaço pra eu curti-lo tb rsrsrsrsrs... O chato é que ele chegou passando mal da viagem, enjoado, e eu tinha deixado uma lasanha pra ele, já que eu estava na escola quando ele chegou, e eu acho que ele piorou. Ele comeu a lasanha, com queijo, molho e tudo e ficou ruinzinho. Se eu soubesse que ele ia chegar desse jeito tinha feito algo mais leve...
Bom, hoje pela manhã fomos ao médico, resolvemos algumas coisinhas na rua e voltamos pra casa. Ele já estava melhor, mas, por conta do fuso horário e da viagem longa, ele ainda está bastante cansado. Agora mesmo está dormindo. E eu, que já estava cheia de trabalhos do curso, agora estou sobrecarregada. Estudei um pouco final da tarde e depois fui para os afazeres domésticos. Acabei de cozinhar o feijão, limpar a casa e lavar a roupa. Agora estou aqui atualizando o blog pra vcs.
Enquanto eu limpava a casa estava pensando sobre minha vida e me perguntando se eu estou vivendo o que eu queria viver. Cheguei a conclusão que nunca sabemos o que queremos, mas eu lembro que sempre sonhei em ter uma família de verdade e de poder tomar conta dela. E eu acho que é o que eu estou fazendo, né??? 
Confesso que as vezes dá um cansaço, uma vontade de trabalhar e ganhar dinheiro, mas depois eu olho pra minha filha, pra minha casa, e chego a conclusão que se eu ganhasse muuuuito mas não tivesse tempo de curtir o que eu tenho de mais importante, não me realizaria.
Bom gente, vou ficando por aqui pq já é tarde e tenho que colocar a filhota na cama... tenham uma boa noite e que Deus nos dê uma semana abençoada.

quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Comida japonesa pra relaxar

Depois de quatro dias de estresse com os trabalhos do curso e minhas obrigações no lar, ontem eu acordei com uma dor muito forte nas costas e na cabeça. Eu logo deduzi que era reflexo de preocupação e noites mal dormidas, então, eu decidi tirar o dia pra não fazer nada. Fui pro curso, levei minha filha na escola, mas quando fiquei livre passei na casa de uma amiga e fomos jantar em um restaurante japonês. Comida boa, conversa legal, crianças se divertindo, enfim, tive um final de noite bem agradável. Hoje eu acordei com as costas melhor. Ainda doi, mas muito menos que ontem.
O meu problema com os trabalhos do curso é pq tem muita coisa pra ser feita e algumas eu preciso de ajuda. Sabe aquelas aulas que vc aprende o básico e o instrutor quer que vc desenrole sozinho??? pois é, eu tenho duas aulas assim, e não tenho tempo e disponibilidade pra ficar quebrando a minha cabeça em casa. Quando estou em casa tenho muitas coisas pra fazer, não consigo ficar 5 ou 6 horas no computador pesquisando como faz isso ou aquilo. Liguei pra um amigo e pedi um "help", espero que ele consiga me ajudar.
Mudando de assunto, o maridão chega amanhã. Se tiver paralização na escola eu vou pegá-lo no aeroporto, caso contrário, ele vai sozinho e eu o encontro a noite. Mas hoje eu vou fazer alguma comida especial e vou deixar pronta pra ele amanhã, já que, com certeza, ele vai chegar com fome.
E o frio??? nossa, hoje tá beeeeemmmmm gelado!!!! não sei quantos graus exatamente, mas tá frio.
Eu fico pasma de ver tantos jovens do lado de fora dos predios do college fumando. Tá congelando e eles lá fumando, bem na deles. As vezes me dá vontade de parar e perguntar pra cada um deles: vc nunca leu que cigarro pode dar câncer e que é muito prejudicial a saúde??? Mas depois eu penso que eles fumam pq, na verdade, a gente nunca pensa que as coisas ruins podem acontecer com a gente. Todo mundo sabe que bebida e direção não combinam, mas a grande maioria das pessoas, inclusive da minha própria família, bebem e dirigem. E quando tem algum acidente: ah, foi um "acidente"!!!
Câncer só acontece com os outros, eu nunca vou ter... eu nunca vou morrer... eu nunca vou ter um acidente de carro por alta velocidade... eu nunca... nunca.... nunca.... E assim as pessoas vão levando a vida, desafiando Deus e seus limites.
E falando em Deus, eu fico pasma de ver pessoas chamando imagens humanas de Senhor com S maiusculo. O mundo realmente perdeu a noção de que Deus é muito mais do que nossas mãos possam fazer, nossa mente possa alcançar ou nossos olhos possam ver. A bíblia nos adverte pra não usarmos o nome de Deus em vão, e isso não é brincadeira. Mas como nos dias de hoje as pessoas não acreditam em Deus, mesmo quando dizem que acreditam, Deus pra eles pode ser qualquer coisa... até o dia que o Senhor se revelar por completo.


terça-feira, 20 de novembro de 2012

Aproveitando o intervalo...

Vou atualizar o blog. Não tenho muitas novidades desde a minha última postagem, mas como eu gosto de escrever.... rsrsrsrsrs... aqui estou.
Ontem eu não tive aula pq os professores fizeram uma paralização... aqui tb tem dessas coisas!!! rsrsrrsrsr... eles querem aumento e alguns direitos, e o college e o governo - a instituição é pública -  não querem dar, então, paralizações e greve são a saída pra que os lados possam negociar. Ainda bem que a paralização foi de um dia - até agora -  pq se fosse mais do que isso, com certeza afetaria o final do curso, que está marcado pro dia 14 de dezembro, ou seja, menos de um mês.
Mudando de assunto, o maridão chega na sexta e já estou pensando no que vou preparar pra recebê-lo. Infelizmente, por causa do enorme volume de trabalhos que tenho pra fazer, não vou poder fazer nada muuuuito especial, mas não quero que passe em branco. Temos quase um mês separados e todos nós, eu, marido e filha, estamos com muitas saudades.
Ele vive me perguntando se aqui tá muito frio, e eu respondo: não, tá o frio de sempre rsrsrsrrsrsrs... 
Pq está 8, 7 graus, não é aquele frio congelante, mas sim, comparado ao Brasil tá muuuito frio, né???? rsrsrrsrsrrsrs.... A verdade é que quem vive aqui se acostuma e já não sente tanto como quem acabou de chegar, mas tb não dá pra dizer que é a mesma coisa que está passando férias nas praias do nordeste... tá longe disso!!!! rsrsrrsrsrsrsrs...
Bom, tenho que ir... depois escrevo mais.

domingo, 18 de novembro de 2012

Tortillas e muito mais

Oi gente, acabei de chegar do aniversário de minha amiga hondurenha. Foi uma noite bem agradável na companhia dos amigos hispanos e brasileiros.
Eu cheguei tarde na festa pq passei o dia todo quebrando minha cabeça com os trabalhos do curso. Pensei até em não ir, mas não seria justo comigo, abrir mão de um momento de diversão,  e nem com minha amiga, que foi tão atenciosa em me chamar pra estar com ela.
O prato principal foi tortilla com acompanhamento de frango ou carne... vcs não tem ideia de como estava gostoso!!! tinha anos que eu não comia tacos tão gostosos como eu comi hoje. Que meu marido não leia esta postagem, mas eu devo ter comido uns cinco tacos rsrsrrsrssrs... sendo um de carne e os outros de frango... muuuuuito bom!!!!
Além da comida, que estava ótima, brincamos de mímicas de filmes e conversamos bastante. Como tinha um casal que só falava inglês, nossas conversas foram diversificadas, uma mistura de português, espanhol e inglês.
Nós, que escolhemos morar em outro país, encontramos em reuniões com essa um pouquinho do ambiente familiar e amigo que deixamos em nossos países de origem. É muito bom fazer amigos, conhecer pessoas e estar aberto a novas culturas. Claro que nem todo mundo vai virar "amigo de infância", mas, pelo menos, alguns podem virar bons conhecidos.
Aconteceu uma coisa interessante comigo essa semana. Eu tenho uma colega que eu dou carona todos os dias - sem cobrar nada - e que já foi minha dupla em alguns trabalhos, inclusive trabalhos que eu fiz praticamente sozinha por ter mais conhecimento no Photoshop do que ela. Eu cheguei meio perdida no curso esta semana e pedi que ela me desse a cópia de um trabalho dela pra eu poder comparar com o meu e ver o que eu estava fazendo de errado. Ela, então, olhou pra mim, riu, e disse que achava que não valia a pena me dar pq ela tb não tinha certeza do que estava fazendo. Na hora me subiu uma raiva, me veio uma vontade de parar de dar carona a ela, de falar um monte de coisas, sabe??? pensei comigo: só pode ser um problema cultural!!! eu sou tão atenciosa com ela e ela não pode me fazer um favor??? se fosse brasileira agiria diferente... Mas, mesmo com toda a minha fúria, eu consegui olhar pra cima e falar com Deus: Senhor, controla as minhas emoções. Eu sei que eu tenho motivos pra estar chateada, mas não me deixa ser dominada pela raiva, me fortalece pra que eu seja diferente e seja melhor colega pra ela do que ela está sendo comigo. 
Gente, tirei força de não sei onde e continue a tratá-la normalmente. De repente ela olhou pra mim e disse que poderia me dar a cópia do trabalho dela. Pegou meu pendrive, fez a cópia e me deu. Simples assim.
Eu estou contando essa experiência a vcs pq eu sei que nem todo mundo que cruza o nosso caminho vai nos agradar ou responder a todas as nossas expectativas, mas o importante pra gente, o que vale, é como nós vamos tratar o próximo.
Eu agradeço a Deus pelas primeiras amigas que eu tive aqui no Canadá, aquelas que me estenderam a mão sem nem me conhecer. Com certeza, mesmo sem saber, elas foram instrumentos de Deus na minha vida. Eu quero ser instrumento de Deus, e vcs???
Tenham um final de semana abençoado em nome de Jesus.

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Venha preparado

Oi gente, desde que cheguei em Vancouver tenho estado voltada pra colocar minha vida de estudante em ordem. Perdi muitas aulas e cheguei bem no meio de muitas provas e trabalhos, portanto, não tenho tido tempo pra nada. 
Estou até me sentindo culpada por não ter falado ainda com algumas amigas e nem ter encontrado com ninguém, mas é que eu estou investindo tanto dinheiro nesse curso que eu não posso me dar o luxo de perder matérias.
Mas o que eu queria compartilhar com vcs hoje é uma conversa que eu tive no avião de Toronto pra Vancouver com um rapaz que estava vindo pra cá.
Ele pagou um desses cursos de estudo+trabalho pra aprimorar o inglês, mas estava vindo com o sonho de conseguir uma forma de poder ficar em definitivo.
Eu posso falar pra vcs, assim como eu disse pro rapaz, que eu já conheci muitas pessoas que vieram pra cá com o mesmo objetivo: aprender inglês com a ideia de encontrar m caminho pra ficar. O problema é que a maioria vem sem se informar antes, e informação, nesses casos, pode fazer toda a diferença.
Vancouver é uma ótima cidade pra estudar, mas não é uma das mais fáceis pra se conseguir oferta de trabalho e, mais ainda, uma empresa que esteja disposta a aplicar pra permissão de trabalho. Inclusive, BC é considerada uma das províncias mais difíceis pra emprego.
Hoje eu conversei com uma garota que está com o visto de trabalho trabalhando numa fábrica de queijos. Ela me disse que o trabalho chega a ser desumano. A empresa paga $10 e desconta até os minutos que os empregados levam pra trocar de roupa, dá pra acreditar??? Ela está procurando um outro trabalho, mas parece que não tem sido fácil. Eu entrei em contato com alguns amigos pra ver se eles podiam ajudar com alguma indicação, mas ainda não estou sabendo de nada.
O que eu vejo é que tem muito PR, com inglês avançado, procurando trabalho aqui que as empresas não perdem tempo com pessoas com pouco inglês e sem permissão de trabalho. O processo pra aplicar a permissão de trabalho pra alguém é, relativamente, demorado, o que dificulta pra quem sonha em ficar.
Não estou dizendo que não aconteça ou que não exista exceções e milagres, o que eu estou dizendo é que é muuuuito difícil. Principalmente depois da crise, a situação complicou muito. Acho o canadense mais conservador do que o americano no sentido dos gastos. Eles aqui seguram o dinheiro mesmo!!! Em 2007 eu lembro que mandava meus curriculums pra cá e as empresas tinham vagas e a lista de oportunidades era enorme; já hoje a coisa tá bem diferente, são poucas vagas e muita concorrência. Estou sabendo de PRs que falam inglês, que fizeram cursos aqui e estão sem trabalho... horrível, né??? mas é a realidade.
Eu só não me preocupo muito pq eu creio que Deus me trouxe pra cá e eu sei que quando Ele abre uma porta Ele garante. Ele nunca me desamparou e não vai ser agora que vai desamparar. Mas eu entendo que eu preciso fazer a minha parte tb, que é aperfeiçoar meu inglês, minhas aptidões e exercer a minha fé.
Chegar aqui sem inglês, só com visto de estudante ou turista, sem permissão de trabalho e querer ficar é buscar um milagre... Milagres acontecem!!! mas não é toda hora, todo dia e nem com todo mundo.
Se vc está vindo ou já está aqui nessa situação foque sua vida no aperfeiçoamento do inglês e, posteriormente, envie seus curriculum pra cidades que estejam precisando de mão de obra. Aconteça o que acontecer, tenho certeza que vai valer a experiência.

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

E as coisas se foram

Ontem eu liguei pro Brasil pra falar com o maridão e, pra minha surpresa, ele me disse que estava querendo vender as nossas coisas(toda a mudança que trouxemos dos EUA) pq estavam estragando, mas ele queria meu aval primeiro. Eu, então, concordei, mas pedi que ele trouxesse algumas coisas, como o forninho, almofadas, utensílios de cozinha... e ele foi me dizendo: já vendi isso, já vendi aquilo e aquilo... E eu: como assim??? vc me pergunta se pode vender e já vendeu??? E ele: Não, eu só vendi as coisas pequenas, as grandes como geladeira, fogão, tv e etc eu ainda não vendi... mas já tenho compradores. Fazer o quê??? eu tive que concordar e dizer que estava tudo bem.
Ai, gente, é horrível ter que se desfazer das coisas, mas não tinha sentido manter tudo aquilo no Brasil já que não temos previsão de voltar pra lá. Mesmo com o coração apertado eu acho que meu marido tomou a decisão certa. Ele me disse que minha sogra chorou quando viu ele vendendo tudo. Acho que ela entendeu que não temos planos de voltar pra lá por agora.
Eu até me considero uma pessoa desligada, mas confesso a vcs que muitas coisas que meu marido vendeu tinham uma história pra mim, e me dá uma dó saber que se foram!!! Não sinto pelo valor material, mas pela lembrança, sabe???
Mas eu não posso reclamar, ao mesmo tempo que estamos nos desfazendo de algumas coisas, estamos adquirindo outras na nossa nova vida no Canadá. Tudo que vivemos nos EUA e no Brasil ficou no passado, agora é vida nova. Temos que viver o presente e olhar pra frente. E a vida segue.

domingo, 11 de novembro de 2012

Cheguei!!!!

Depois de dois dias viajando... isto mesmo, 2 DIAS!!!! eu, enfim, estou em casa.
Sai de SSA às 5:55 da manhã de sexta com destino a BH. Saí de BH às 12:00 com com destino a SP. Cheguei lá quase às 2:00 da tarde e meu voo pra Toronto estava marcado para às 10:55 da noite, ou seja, 6 horas de espera pro embarque
Depois de passar o dia em guarulhos gastando muuuuito pra entreter minha filha, às 9:00 da noite, já esperando pra entrar no avião, fui notificada de que o voo havia sido cancelado. Quase tive um troço!!! tive que retirar minhas malas e ir pra um hotel. Tudo isto com minha filha dormindo no meu colo, com duas bolsas, debaixo de chuva e com muuuuuuito estresse. Consegui entrar no quarto às 12:00 am e fui dormir às 1:15 am.
Na manhã seguinte voltei pro aeroporto, despachei as malas mais uma vez e fiquei na espera. O voo atrasou e saiu às 13:45 da tarde. Depois de 10 horas de voo pra Toronto, passei pela imigração. Pra minha surpresa, a pessoa que me atendeu me pediu uma carta que comprovasse que o meu marido tinha autorizado minha filha a viajar comigo. Eu não tinha, pq a carta tinha ficado na polícia federal do Brasil, então, ela pediu que da próxima vez eu fizesse uma cópia. Mais algumas horas de espera pra pegar o voo de Toronto pra Vancouver e embarquei às 11:00 da noite (horário local). Mais 5 horas de voo pra Vancouver, e eu cheguei às 2:30 da manhã (horário local). 
DICAS: Se vcs precisarem comprar acesso de internet no aeroporto do Brasil, não comprem VIVO. É muuuito mais cara do que a OI.
No aeroporto de Toronto o acesso a internet é gratuito.
No aeroporto de SP tem serviço de banho e massagem na sala de embarque.
O lanche do voo de Toronto pra Vancouver é pago. Nunca peçam pizza, é horrível!!! E os fones de ouvido são pagos tb. Se eu não me engano, custam $3.00.
O carrinho de malas de Toronto é pago, custa $2.00, mas quando vc devolve recebe $0.25 de volta. Eu não sabia disso!!!
A comida dada no voo SP-Toronto não é grandes coisas, mas a melhor opção é frango. É servido um peito de frango com massa e verduras, tudo acompanhado de uma garrafa de água, uma sobremesa e um pão. Na boa, se a Air Canada me contratasse eu montaria uma cardápio melhor rsrrssrrsrrs...
Ainda estou exausta, mas estou feliz de ter chegado em casa. Tenho alguns trabalhos do curso pra fazer... Quando eu tiver um tempinho escrevo mais.


quinta-feira, 8 de novembro de 2012

Malas prontas

Oi gente, amanhã estou fazendo o caminho de volta. Infelizmente a viagem vai ser mais longa do que o que já é pq a Tam queria me cobrar $2000 reais por passagem pra alterar a minha volta de BH pra Salvador. Um absurdo!!!! então eu tive que comprar uma passagem de SSA pra BH, pra não perder o voo que sai de lá pra SP, ou seja, acrescentei um trecho.
Não custava nada a Tam facilitar a minha vida, né??? na hora de vender só faltam te carregar no colo, mas na hora de ajudar te viram as costas.
Vou ter que sair de SSA as 05:55 da manhã pra chegar em BH as 9:00 e poder fazer o check in do voo que sai as 12:00... vai ser complicado!!!
Uma amiga acabou de me dizer pelo face que hoje a temperatura estava quatro graus em Vancouver. Quatro graus já é frio, mas não é insuportável... ok, não é um friozinho tranquilo; tem que usar casacos e se sair na rua a pé tem que colocar luvas, pq o vento congela, mas ainda assim dá pra levar numa boa.
Mudando de assunto, estou levando algumas coisinhas rsrsrrsrsrsrsrs... querem saber o quê??? farinha, leite em pó e óleo de dendê rsrsrsrrsrsrs... Não sei se vai passar, mas eu tinha que arriscar rsrsrrsrsr...
Bom, eu acho que amanhã não vai dar pra atualizar o blog pq estarei voando, mas, se Deus quiser, sábado já escrevo em solo canadense.
Tenham uma boa noite.

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Evite polêmicas

Hoje eu fiquei surpresa com uma pequena discussão em um grupo de imigrantes que sigo. Estou no grupo desde que ele foi criado e nunca tinha visto nada parecido. Não participei do debate, mas li os comentários. Tudo começou com uma pessoa se queixando dos chineses de uma forma discriminatória. Sinceramente, não acho que a pessoa teve a intenção de desrespeitar ninguém, mas foi infeliz em fazer um desabafo público que deu motivos pra que as pessoas interpretassem de diversas formas.
Eu mesma, que escrevo aqui no blog, e torno minhas opiniões públicas, tenho que ter cuidado com o que exponho, pq cada pessoa tem uma cabeça e um jeito de pensar, não dá pra agradar todo mundo.
Mas eu tenho um conselho pra quem está indo pro Canadá: evite as polêmicas. Vc está indo pra um país de imigrantes, lá tem gente de várias partes do mundo, e sim, tem muito chinês, muito indiano, muito paquistanês. Podemos não concordar ou, até mesmo, não gostar do jeito e da cultura de um povo ou de outro, mas devemos respeitá-los. Quem disse que a nossa cultura brasileira tb não incomoda??? Eu lembro que fui almoçar num restaurante brasileiro e fiquei incomodada com as gargalhadas, as conversas altas e os palavrões. Por alguns instantes eu me senti numa feira brasileira, daquelas bem barulhentas rsrsrsrrsrsrs... 
Pode ter certeza que nem todos os brasileiros que vcs vão conhecer lá fora vão se tornar amigos, nem todos vão pensar como vcs ou agir como vcs agem. As vezes, quando estamos entre brazucas, nos abrimos como se fôssemos íntimos, quando na verdade não somos. 
Graças a Deus eu fiz amigos em Vancouver e me relaciono com pessoas que eu tenho o maior carinho, mas teve gente que eu conheci que não rolou a amizade. Como em qualquer lugar do mundo, no Canadá vcs tb vão conhecer gente muito boa, pessoas bacanas que vão te estender a mão e vão se tornar um pouco família, mas vcs tb vão conhecer pessoas mais difíceis, mais fechadas que mal vão olhar pra sua cara.... faz parte.
Outra coisa: eu cansei de me calar em grupos da net pra não me estressar ou alimentar discussões bobas, principalmente, quando o assunto é mais opinião do que fato ou experiência. Tem gente que gosta de brigar, de defender uma posição sem dar direito a outras pessoas e, nesse caso, é melhor evitar o confronto.
Bom amigos, já estou nos preparativos da partida. Chego em Vancouver no sábado, se Deus quiser.
Tenham uma boa noite.

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Dois momentos

Nesta minha passagem pelo Brasil, além dos casamentos de minha mãe e de minha irmã, eu tive dois momentos que eu gostaria de compartilhar com vcs.
O primeiro foi no dia que eu fiz a mamografia e fiquei sabendo que o médico que reconstruiu os meu seios - um homem jovem, simpático e muito humano - tinha morrido. Foi um choque pra mim. Uma pessoa tão cheia de vida, de sonhos, de planos, morreu em um trágico acidente de trânsito de forma inexplicável. Eu lembro dele falando comigo que queria ir pro Canadá, me perguntando sobre o processo, sobre o país, enfim... Gente, nós não somos nada!!! Hoje estamos aqui e amanhã só Deus sabe. Eu tive câncer e o meu médico, saudável, morreu antes de mim, dá pra acreditar???
São coisas como esta que nos fazem refletir sobre a vida. Não podemos viver como se fôssemos eternos aqui. Raiva, mágoa, rancor, pra quê??? vale a pena??? eu acho que não. Dinheiro tb não é tudo. Nós precisamos dele mas não podemos viver em função dele. Trabalho demais, estresse demais, preocupação demais.... vale a pena??? Se hoje for seu último dia aqui, vc viveu o que tinha que ser vivido ou perdeu seu tempo com coisas pequenas??? Se tudo terminasse hoje, vc teria a tranquilidade de saber que fez o seu melhor ou teria a sensação de que poderia ter feito diferente??? Pense nisto. 
Deus não é uma religião ou uma placa de igreja, mas quem quer conhecer mais de Deus precisa procurar alguém que o oriente. Deus é o caminho.
Outro momento que me tocou foi no dia que eu estava no salão me preparando pro casamento de minha irmã. Quando eu me vi maquiada e com o cabelo pronto, com um penteado lindo, eu lembrei que ano passado eu não tinha meus cabelos. Lembrei que tive que colocar uma peruca pra ir ao casamento de minha prima e que eu me senti muito esquisita com aquele troço na minha cabeça.
Gente, foi um momento que eu disse: Senhor, muito obrigada pelos meus cabelos. Muito obrigada pq tudo aquilo passou e hoje eu tenho cabelos que podem ser penteados. Parece bobagem, mas quem viveu isto sabe do que eu estou falando. 
Perdemos tempo com tantas coisas que não paramos pra agradecer a Deus pelos nossos olhos que nos permitem enxergar, nossas pernas que nos deixam ir e vir, enfim, por cada pedacinho do nosso corpo. Não pensamos no cuidado de Deus, no alimento que Ele tem colocado nas nossas mesas, na nossa saúde, nos livramentos... Amigo(a), eu não sei em que momento vc se encontra, mas eu tenho certeza que Deus tem cuidado de vc. Olhe ao seu redor e veja o quanto vc tem sido abençoado(a). Problemas, todos nós temos, mas o importante é saber lidar com eles com dignidade, crendo em Deus e confiando NEle.
Tenham uma boa noite.

domingo, 4 de novembro de 2012

Mais da terrinha

Tive um final de semana muito bom numa casa de praia em Jauá. Estou vermelha demais!!! e olha que nem fiquei debaixo do sol. Eu acho que estava muito branca e o pouco sol que eu peguei me queimou sem dó rsrrsrsrs... Minha filha curtiu muuuuito!!!! piscina, praia, brincadeiras, enfim, aproveitou bastante e está muito feliz.
Só temos mais 5 dias aqui e já começa uma mistura de saudade de casa e vontade de ficar mais um pouco. Se eu pudesse adiava a minha volta. Tem muita gente que eu ainda quero ver, tem muita comida que eu quero saborear e algumas outras coisas que eu quero fazer... duas semanas é muuuito pouco!!! Pelo menos já comi acarajé, abará, peixe frito e um churrasco (de verdade) caprichado rsrsrsrsrrsr... 
Eu estou pensando que eu vou sair daqui no calor e chegar em Vancouver no frio. Quando a porta do aeroporto se abrir eu vou me sentir no filme "Jamaica abaixo de zero", quando os jamaicanos saíram do aeroporto e congelaram no primeiro ventinho rsrsrrsrsrs... acho que comigo vai ser a mesma coisa rsrsrsrsrs... 
Vou dormir, pq amanhã o dia será longo. Tenho exames pela manhã e pela tarde. 
Tenham uma boa noite.

sexta-feira, 2 de novembro de 2012

O casamento de minha irmã

Foi lindo!!! é claro que como todo casamento teve seus imprevistos e atrasos, mas, no geral, foi maravilhoso!!!
Ontem eu tive mais certeza do que nunca que Deus ouve as nossas orações. A vida dessa minha irmã é um milagre. Não vou entrar em detalhes, mas posso dizer que ela já deu muita dor de cabeça pra minha mãe e pra toda família. Orei muuuuito pela vida dela. E eu lembro de um dia que Deus tocou no meu coração e me disse pra não me preocupar pq Ele cuidaria dela. E Ele tem cuidado mesmo.
O milagre não esteve somente no casamento, mas pelo casamento ter glorificado a Deus; pelo marido ser uma pessoa incrível; pelo casal está na igreja; pela vida dos dois, que está tomando um rumo sólido; enfim, eu estou vendo as mãos de Deus agindo na vida de minha irmã
Ela estava radiante. Os olhos dela brilhavam de tanta alegria por tudo que ela estava vivendo. Era como se todo o sofrimento que ela já passou tivesse ficado completamente pra trás e ali, naquele momento, ela estivesse vivendo o recomeçar de uma nova vida.
Deus ouve as nossas orações. Pode ter certeza de que o Senhor não resiste a um coração contrito e aquebrantado que o busca com sinceridade.
Foi muito bom tb ter reencontrado primas, primos, tios, tias, amigos, enfim, muita gente especial. Amei ter conversado, ter abraçado pessoas que eu não via há tempos. Muita gente tem me dito que vai a Vancouver me ver... quero ver rsrsrsrsrsrsr....
Bom gente, vou passar o final de semana em Jauá, uma praia daqui, e volto no domingo a noite. Que Deus abençoe a vida de vcs e que tenham um final de semana maravilhoso.

quarta-feira, 31 de outubro de 2012

Ocupadíssima

Já comecei os exames e não tenho tido tempo pra nada. Amanhã é o casamento de minha irmã e a casa toda está agitada com os preparativos. Tive que me trancar no quarto pra fazer uma prova online do meu curso. Tive 45 minutos pra responder 43 questões. Não fiz muito bem, a minha cabeça está `a mil, o que afetou a minha concentração. São mil coisas acontecendo ao mesmo!!! Bom, se ficar na média já serve.
Estou com saudades da minha casinha e da minha vida no Canadá, mas confesso a vcs que tb tenho curtido estar aqui. Meu marido vive me dizendo que eu tenho orgulho de ter nascido baiana. Não sei se é orgulho, mas não posso negar que gosto desta terrinha. Sou apaixonada pela orla daqui. Infelizmente, os últimos governos tentaram transformar Salvador num "favelão", mas tenho esperança que as coisas melhorem.
Estou com muita saudade do maridão. Queria muito que ele tivesse vindo comigo.
Por hoje é só. Vou ver se consigo fazer um trabalho do college agora. Boa noite.