"Agrada-te do Senhor, e Ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais Ele fará." Sl37: 4-5















domingo, 15 de outubro de 2017

Eu ser realista?!

Oi gente, depois do último post, no qual eu falei das dificuldades de minha filha na escola, eu tive uma reunião com o novo diretor e a counsellor. Eu confesso que esperava mais do diretor. Ele me irritou com as colocações dele tentando me convencer que minha filha tem problema e que ela está sendo bem assistida, muito melhor do que se estivesse na escola pública. Teve uma hora que ele disse "You have to be realistic..." e ele falou algo que deu a entender que eu tinha que aceitar as coisas como elas são. Claro que eu não concordei com ele, se eu fosse o tipo de pessoa que aceita as coisas como elas são eu nunca tinha saído da minha cidade e do meu país, tinha ficado lá aceitando como as coisas são... Eu tenho até medo de mim, queria eu aceitar mais as coisas como elas são, pq talvez assim eu me contentasse mais... Não, eu não sou assim, eu acho que devemos sempre fazer mais, arriscar mais e correr mais atrás das coisas que acreditamos. 
O caminho não é fácil e muitas pedras vão surgir para nos fazer tropeçar e desistir, mas faz parte. a gente cai e levanta.
Esse processo todo com minha filha somado com estresse de trabalho, de vida, me deixa muito no limite e me faz questionar se eu não estou falhando de alguma forma. 
A counsellor me disse que eu sou uma das poucas mães que defende os interesses do filho e faz tudo o que está ao alcance para ajudar, mas na minha cabeça eu sempre acho que poderia fazer mais.
Eu estou estudando com minha filha e estou ciente das dificuldades, mas eu acredito que com o tempo e a maturidade as coisas vão se ajeitar. Eu mesma fui péssima aluna por muito tempo, até  entender a minha melhor forma de aprender.
Uma coisa que me chama atenção aqui no Canadá é a falta de apoio para as crianças diferentes. Tudo é pago e é muito caro! o suporte que as escolas públicas dão é muito pouco comparado com a necessidade. 
Saiu até numa matéria de TV aqui uma reportagem sobre um grupo de pais de crianças especiais que se juntaram para cobrar do governo mais estrutura para seus filhos nas escolas. Eu pensei que só eu estava sentindo isso, mas vi que muitas famílias estão passando pela mesma coisa.
Me inscrevi no grupo e estou recebendo todas as informações sobre o assunto.
Bom, vou ficando por qui. Que Deus abençoe a semana de vcs.

domingo, 1 de outubro de 2017

As lágrimas da semana

Oi gente, tenho estado super ocupada com o trabalho e quando consigo um tempo livre prefiro me desligar do mundo. Mas nesse final de semana eu consegui recarregar as minhas energias e estou aqui pra dividir um pouco da minha vida com vcs.
As últimas semanas têm sido muito difíceis pra mim! Na primeira semana de setembro minha filha voltou para a escola e eu fui na sala dela para uma apresentação dos professores sobre como seria o ano letivo. Eu sentei na cadeira dela e resolvi abrir os cadernos e encontrei tudo em branco e alguns desenhos. Ela ama desenhar!!! puxou isso de mim! acho até que tem mais talento do que eu.
Mas as páginas em branco me mostraram o quanto ela está atrasada! Na quarta série no Brasil eu já escrevia longas redações, fazia cálculos, tinha aula de ciências, história, geografia e etc.
Depois da apresentação fui até a tutora da escola para saber o que seria feito com a minha filha durante o ano, já que ela está entrando no grade 4 com nível sabe lá de quê! Em 3 anos ela teoricamente vai ir para o segundo grau, mas eu não vejo como.
Aqui no Canadá a criança com dificuldade não reprova. A escola cria um programa especial e a criança continua passando de ano com o resto da turma mesmo não tendo condições. Eu entendo o lado positivo para o emocional, mas no lado prático eu, sinceramente, duvido que funcione.
Minha filha tem dislexia e deficite de atenção. Ela tem tutora na escola e fora da escola, ela tem fonodióloga e psicóloga. E não pensem que isso é dado pelo governo, pq não é. Tudo custa dinheiro e é caro! Ela tem tido progressos, mas, ao meu ver, muito lentamente. 
Para ajudar eu comecei a estuda com ela em casa, mas é complicado pq o que eu sei de ensino foi o que aprendi no Brasil e aqui as coisas são diferentes. Mas eu realmente não vejo outra opção. Eu e meu marido ficamos arrasados quando ela chorando nos disse que achava que não conseguiria aprender.
Me senti tão impotente vendo o pânico dela! o que podemos fazer estamos fazendo e ainda é pouco. Existem escolas especiais para crianças com dislexia e dificuldade de aprendizado, mas um ano custa $30 mil dólares e isso multiplicado por 6 anos de estudo é um dinheiro que eu não tenho. Fiquei de visitar uma dessas escolas em novembro para ver as opções de pagamento, mas é só um milagre de Deus! 
Eu cheguei ao ponto de cogitar passar um tempo no Brasil de tão preocupada que fiquei. 
Mas eu não posso ir para o Brasil, EUA ou qualquer outro lugar sem antes Deus me direcionar. Estou orando por um direcionamento. Eu sei que esse problema comparado a muitos outros que eu já enfrentei é pequeno, mas eu quero ter a certeza que fiz tudo o que podia fazer.
Eu tenho uma mãe que mesmo com muitas dificuldades se sacrificou para que eu e minhas irmãs tivéssemos uma educação de qualidade. Não tive luxo, mas estudou nas melhores escolas e só não fiz mais da minha vida acadêmica quando jovem pq fui imatura, mas eu tive oportunidade de ser o que eu quisesse ser, pq as ferramentas para isso eu tive. Então, eu quero que minha filha tenha o mesmo.
Eu acho que toda essa história me deixou mais sensível do que eu já sou e eu tive dois momentos no espaço de uma semana que me tocaram profundamente:
1- Fui visitar semana passada a bebê de um casal de amigos que nasceu bem pequenininha. Graças a Deus ela está bem e já teve alta, mas quando eu fui vê-la semana passada ela estava no NICU (Neonatal Intensive Unit) e entrar no NICU me trouxe grandes emoções. Na hora que eu pisei no NICU me veio um filme na cabeça de tudo que eu passei na minha primeira gestação. Já se passaram 10 anos, mas basta uma coisinha pra eu relembrar de cada segundo e cada lágrima derramada. Mas a vida segue e glória a Deus que as lágrimas e a dor não me impediram de seguir em frente.
2- Ontem foi dia de Food Bank e foi um dia muito especial. Um grupo de voluntários de outra igreja veio me ajudar e a experiência foi maravilhosa! Mas enquanto eu ajuda uma pessoa a fazer o cadastro, um dos voluntários me chamou para falar com uma mulher que estava chorando. Eu sentei perto e ela estava com um filhinha no colo e chorava copiosamente. Eu perguntei se eu podia ajudar em alguma coisa e ela me disse que estava bem, mas estava chorando pq não estava acostumada a ir ao Food Bank. Na hora as lágrimas vieram aos meus olhos pq eu senti a dor dela. A vida da gente tem altos e baixos e, sem dúvida, ela estava vivendo um momento difícil.
A gente nunca pensa que vai precisar receber uma cesta básica, mas sabe lá Deus os caminhos que a nossa vida pode tomar. Aquela mulher estava com a filha nos braços. Talvez ela seja mãe solteira e tenha ficado desempregada, talvez ela não tenha família, talvez as dívidas a desestabilizaram, enfim, são muitos os motivos que podem levar uma pessoa a precisar de ajuda, mas a boa notícia é que existe um lugar de apoio e aqui no Canada se chama Food Bank.
O Food Bank não é um lugar de julgamento. O Food Bank é um lugar de receptividade, solidariedade, socorro e amor. Eu sou grata pela oportunidade de fazer parte de um trabalho lindo como esse!
Uma semana abençoada para todos nós! 
Seguem algumas fotos dos voluntários de ontem :)











domingo, 10 de setembro de 2017

Meus updates

Oi gente, mais uma vez a minha vida ficou muito corrida e eu não pude atualizar o blog, mas consegui arrumar um tempinho pra dividir com vcs as minhas experiências.
Bom, mil coisas têm acontecido como por exemplo o início do ano escolar da minha filha, a chegada de amigos, crescimento do grupo de estudo bíblico, enfim. Hoje mesmo teve um almoço das nações na igreja, onde eu e alguns amigos servimos feijão tropeiro, pão de queijo, purê de mandioca e brigadeiro.
Eu pensei que o povo ia ficar com medo de experimentar a comida, mas a grande maioria arriscou, muitas pessoas voltaram para repetir e recebemos elogios. Teve um garoto chinês que voltou só pra pegar pão de queijo, mas ele não pegou um pão a mais, ele pegou uns 7 de uma só vez e ainda deu um sorrisinho amarelo pra mim.
Uma das grandes vantagens de se morar em um país multicultural é vc ter a oportunidade de conhecer pessoas e experimentar novos sabores.
Eu mesma comi da comida brasileira, mas comi também do Butter Chicken indiano que eu sou fã. É picante, mas eu gosto mundo. Pra quem não conhece ele lembra o strogonoff, só que com curry.
A igreja que eu frequento tem muitos filipinos, chineses e japoneses, mas os brasileiros estão chegando pouco a pouco. 
Uma das coisas que tem chamado a minha atenção é que Deus tem trazido muitos cristãos pra cá. Semana passada eu visitei um grupo de estudo bíblico na Willington Church em Burnaby e eu fiquei impressionada pelo tamanho! não era mais um grupo, era uma pequena igreja brasileira dentro da igreja canadense. Eles tinham até um pastor brasileiro! 
Mês passado eu fui num chá de bebê em uma igreja canadense em Surrey, a World of Life, cujo pastor é brasileiro e uma grande parte dos membros da igreja tb é brasileira. Glória a Deus por isso! que venham pessoas boas e corretas para essa grande nação! pessoas que venham somar e não diminuir.
Mudando de assunto, ontem choveu pela primeira vez depois de muito tempo sem chuva e é como se o tempo estivesse me dizendo: Se prepara, Renata, que o inverno está chegando :( Não quero nem pensar! Tava tão bom o clima ameno, eu andando de short e chinelo... em breve vou ter que reorganizar o closet, guardar as roupas de verão e colocar todos os casacos e calças pra fora... Fazer o quê?! é a vida no Canadá.
Bom, vou ficando por aqui que amanhã a correria recomeça :) Que Deus abençoe a nossa semana e nos dê grandes vitórias!
Uma boa noite pra vcs.

domingo, 27 de agosto de 2017

Sobre os que estão chegando

Oi gente, é bom começar a semana sabendo que vencemos mais uma, que até aqui o Senhor tem nos ajudado e que Ele está conosco não importa o quão grande seja a montanha que temos que escalar... Ele nos fortalece e nos guia.
Na sexta passada eu fui para um reunião de brasileiros e eu vi muitos brasileiros recém-chegados em Vancouver, ouvi muitos testemunhos que tocaram o meu coração. Não pelo que as pessoas falaram, mas pelo que eu conseguia enxergar na vida delas.
Quando eu estava com 19 pra 20 anos meu pai saiu do Brasil para recomeçar a vida nos EUA. Ele estava separado da minha mãe e a convite de um grande amigo ele resolveu sair do Brasil. 
No dia que eu fui deixa-lo no aeroporto eu chorei e voltei para casa com o coração partido pq eu consegui entender o quanto era difícil para uma pessoa mais madura deixar uma vida toda pra trás para mergulhar no desconhecido.
Assim como eu senti pelo o meu pai eu senti nessa reunião quando ouvi os relatos de pessoas acima dos 40 ou 50 anos que estavam chegando para começar a vida no Canadá. Não é fácil! é preciso ter um controle emocional e muita determinação para não desanimar. 
Na reunião mesmo foi dito pela organizadora que muita gente chega e muita gente vai embora por não se adaptar a vida aqui.
Eu costumo dizer que a imigração não é pra todo mundo e que se for em casal os dois têm que estar em comum acordo, pq a adaptação é punk!
Por outro lado não é fácil ficar no Brasil tb se não houver perspectiva de melhora.
Tenho ouvido muitos relatos de pessoas que perderam ou estão em risco de perder seus empregos, muita gente virando Uber e muitos tendo que se reinventar para não chegar numa situação crítica. E entre passar aperto no Brasil e passar aperto num país de primeiro mundo eu te digo que é melhor passar aperto em um país de primeiro mundo :) Outro nível.
Inclusive eu gostaria de deixar um convite aos brasileiros que estão aqui e, por acaso, possam estar passando por um momento difícil: visitem o Food Bank. Eu sou voluntária no Food Bank de Richmond e eu garanto que é uma boa ajuda para as pessoas que precisam.
Quando eu participei do treinamento para ser voluntária no Food Bank uma das coisas mais faladas pelos organizadores era que nunca fosse questionado o pq de uma pessoa precisar ir ao Food Bank. O custo de vida aqui é muito alto e ficar desempregado por 2, 3 meses pode deixar uma pessoa numa situação difícil, pq as contas não param e são altas.
Bom, vou ficando por aqui! Que Deus abençoe a nossa semana e nos dê muitas vitórias.


domingo, 13 de agosto de 2017

A palavra de hoje é perseverança

Oi gente, chegamos ao mês de agosto e a única coisa que eu consigo pensar é que o ano está voando!!! Como o tempo tem passado rápido! Mas o lado bom é que eu sinto que tenho aproveitado bastante. Posso dizer com toda certeza que até aqui o Senhor tem me sustentado.
Hoje eu tive uma reunião com a liderança da igreja e o pastor me disse que eu sou uma pessoa perseverante e eu fiquei pensando sobre isso.
Eu fui daquelas crianças que começava um esporte e largava logo depois, nunca fui muito de ficar fazendo a mesma coisa e acho que foi um dos motivos pelos quais eu entrei na faculdade de publicidade. Eu queria fazer coisas diferentes e criativas o tempo todo para não enjoar.
Mas depois da faculdade, já envolvida na igreja, eu conheci um pastor que não era dos mais eloquentes ou estudado, não era daqueles mais famosos e respeitados, mas ele me ensinou muita coisa e uma delas foi ser perseverante.
Ele era responsável pelo grupo de oração que orava antes dos cultos e esse é o tipo de trabalho que ninguém dá muita importância. Cansei de chegar e vê-lo sozinho de joelhos orando. As vezes tinha mais gente, as vezes menos e muitas vezes só tinha ele.
Parece bobagem, mas a perseverança dele, o amor que ele tinha pela obra de Deus, a responsabilidade dele com o trabalho que lhe foi confiado tocaram meu coração profundamente.
O Senhor recolheu esse homem de Deus há alguns anos, mas até hoje o que vi da vida nele me influencia e eu sou grata a Deus por isso. Toda vez que eu penso em desistir de alguma coisa eu lembro desse pastor.
Eu sei que os caminhos são difíceis e nem sempre alcançamos o nosso objetivo sem antes ter que lutar muito, mas a cada passo que damos nos tornamos mais fortes e sábios.
Já passamos metade do ano e quando eu penso em tudo que já aconteceu até aqui eu vejo que valeu a pena não desistir. Ainda tem muito caminho para ser percorrido, mas se Deus quiser, com muito trabalho e dedicação nós chegaremos lá.
Que Deus abençoe muito a nossa semana e nos dê sabedoria para encarar a vida de frente.


segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Atualizando o blog

Depois de algumas semanas sem postar nada, I am back! :)
Eu sempre quero escrever, mas esse começo de empresa tem exigido muito de mim. Eu tenho me desdobrado para dar conta do trabalho e da minha vida particular e não tem sobrado muito tempo para o blog.
Mas eu gostaria de compartilhar com vocês o que Deus tem feito na minha vida nós últimos tempos.
Eu trabalho como consultora de imigração mas não ando procurando clientes que sejam cristãos. Eu, inclusive, tenho um grupo no Facebook chamado Amigos Cristãos de Vancouver para cristãos que moram aqui e nunca anunciei meus serviços lá pq não acredito que esse seja o foco do grupo. Eu posto somente sobre coisas espirituais. Mas mesmo sem anunciar nada e sem procurar clientes da mesma fé, 95% dos meus clientes são cristãos. Eu nem pergunto, mas com o tempo acabo descobrindo.
Teve um casal mesmo que estava com uma aplicação difícil por questões financeiras e eu submeti a aplicação deles orando, literalmente orando :) Depois de quase 7 semanas veio o resultado positivo, para honra e glória do Senhor, e ao dar a notícia para o casal eu ouvi que ela tinha acordado durante a semana para orar a Deus e ele me disse assim: Deus é bom! Obrigada Senhor por essa bênção. Não precisei nem perguntar para saber em quem eles acreditam :)
Minha irmã que trabalha comigo me disse que nós parecemos imãs de crente, que estamos atraindo crente de todas as partes do Brasil que querem vir para o Canadá :)
Se é verdade eu não sei, mas de uma coisa eu tenho certeza, eu sempre peço a Deus que me use para abençoar as pessoas ao meu redor, se Ele está trazendo essas pessoas eu espero ser instrumento de bênçãos.
Nesse último sábado nos tivemos mais um Food Bank e um dos pastores da igreja veio me perguntar se estava tudo bem e eu disse que sim, e ele me respondeu: Claro que está bem! o primeiro sábado do mês eu não me preocupo pq eu sei que o grupo de brasileiros vai dar conta :)
Foi um elogio que encheu meu coração de alegria pq eu e todos os meus amigos que ajudam estamos fazendo um trabalho lindo! é bem pouquinho, mas é um pouquinho que tem tocado vidas e agradeço a Deus por isso. Sem falar que é sempre bom saber que nós, BRASILEIROS, estamos sendo reconhecidos pela seriedade no trabalho voluntário, não é maravilhoso?! Eu acho tudo bom!
Gente, a vida não tem sentido se a gente só vive para gente. Pelo menos é no que eu acredito.
Uma semana abençoada para todos nós.












domingo, 16 de julho de 2017

Mentores para novos imigrantes

Oi gente, tudo bem? Não sei se quem está lendo esse post está no Brasil ou no Canada, mas eu gostaria de dizer a vcs que estou aproveitando cada dia de sol aqui e não estou com a mínima vontade de ver o frio nem tão cedo :) Estou curtindo tanto que nem estou ligando o ac do carro. Abro as janelas e deixo o vento entrar :) O inverno esse ano me traumatizou e eu não quero nem pensar em como deve ser viver nas partes mais frias daqui... não quero nem imaginar kkkkkkk... Vcs sabem que eu já cogitei sair de Vancouver por causa do alto custo de vida, mas depois do inverno desse ano essa mudança ficou difícil... Se eu sair daqui não vai ser para outra cidade do Canadá, acho que vai ser para outro país kkkkkkkk.
Para vcs terem uma ideia, ontem eu fiquei nada mais nada menos que 3 horas e meia dentro da piscina, curtindo o sol a natureza ao meu redor. De vez em quando batia um vento mais forte e frio, mas no geral o dia estava maravilhoso!!!! 
Uma das coisas que me chamou atenção na piscina ontem foi a presença de três famílias muçulmanas com as mulheres devidamente cobertas e só olhando os filhos na água. Me chamou atenção pq nos anos anteriores não tinha. Hoje eu ouvi na igreja de um representante da SUCCESS, uma ong que ajuda imigrantes e refugiados, que por dia estão desembarcando 1.000 refugiados aqui... 1000!!! é muita gente!!! Isso me faz questionar se em poucos anos não estaremos como a Inglaterra, a Alemanha e a França... Deus é que sabe! 
Mas o lado bom disso tudo é que a igreja que eu frequento está em parceria com o SUCCESS em um projeto de mentorship para recém-chegados. A ideia é colocar o novo imigrante em contato com profissionais do mercado que possam auxilia-los nos primeiros passos e ajuda-los a trabalhar em suas respectivas áreas. Hoje mesmo um amigo meu da área de TI fez o mentorship de alguns imigrantes.
Se alguém quiser saber mais sobre esse trabalho e mora perto de Richmond, pode entrar em contato comigo que eu dou o contato da pessoa responsável por esse trabalho.
Esse trabalho é muito importante e sou testemunha de quanto faz a diferença. Eu tenho uma mentora que tem sido uma bênção na minha vida e tem me ajudado muito!!!
Tenho certeza que um dia eu vou poder fazer o mesmo por outras pessoas, pq a vida é assim, um dia a gente é abençoado e no outro somos usados para abençoar.
Vou ficando por aqui :)
Que Deus abençoe nos guarde de todo o mal! Que nós tenhamos uma semana abençoada.





domingo, 9 de julho de 2017

Fazendo a faxina :)

Oi gente, dei mais uma sumida, né? A vida tem estado uma loucura! meu marido diz que eu tenho que parar com a mania de querer abraçar o mundo pq eu não vou dar conta :) mas na verdade eu sinto dentro de mim que eu tenho que dar conta da minhas obrigações pessoais, como trabalho e família e das minhas sociais, como trabalhos voluntários e igreja. Eu sei que espiritualmente eu não preciso fazer nada, pq não é pelo que eu faço, mas sim pelo que Jesus fez, porém eu, comigo mesma, sinto que não há sentido na vida se nós não servimos a Deus, e isso inclui servir ao próximo.
Mesmo com toda a correria e com muito trabalho eu consegui descansar esse final de semana. Aproveitei o sol e curti uma piscina aberta ontem com a família e alguns amigos, terminamos o dia comendo pizza e jogando conversa fora e hoje, depois da igreja, fui para um churrasco super agradável e deu pra dar uma relaxada!
Mas uma das coisas que me marcou nesse final de semana foi a faxina que eu fiz no sábado. Estamos esperando uma família de amigos muito queridos no mês que vem e eu comecei a criar espaço na casa. Na verdade todo ano eu faço uma faxina na época que sai do inverno para a primavera, que é quando eu guardo os casacos e calças quentes e coloco `a vista as camisetas e shorts. Como eu estou esperando essa família de amigos eu resolvi fazer isso ontem. Gente, ainda nem terminei tudo, mas só ontem, quando eu acabei, foram seis sacos grandes!!! 3 de lixo e 3 de doações. Fiquei impressionada em como a gente guarda tralha na nossa casa!!! Vai comprando e comprando, consumindo e guardando, sempre com aquela ideia de que um dia vai precisar e quando a gente se dá conta tá cercado de coisas sem a menor necessidade.
Interessante que quando eu olhei para os 6 sacos pretos o Espírito Santo me tocou e eu pensei comigo: Renata, vc já pensou quanta coisa que não presta vc está guardando dentro de vc???
Eu senti que a vida vai passando e eu, como ser humano falho que sou, vou guardando as coisas, guardando o que me machucou, entristeceu, marcou, enfim, e não me preocupo de fazer uma boa faxina pra entrar um ar totalmente novo.
Desde ontem, depois desse toque, eu coloquei essa meta na minha vida, eu não quero guardar nada que não presta dentro de mim.
Uma semana abençoada a todos nós.

domingo, 25 de junho de 2017

Só atualizando mesmo!

Oi gente, dei uma sumida, né?! Eu tento atualizar o blog toda semana, mas semana passada além de muito trabalho eu tinha ido para um camp em Nanaimo, uma ilha aqui perto. Eu tinha reservado esse camp desde o começo do ano, estava super empolgada, mas não deu muito certo. Assim que chegamos o meu marido começou a sentir dores do pé e como o camp era bem rústico, no meio do mato, tivemos que voltar no mesmo dia, ou seja, só foi perda de tempo e dinheiro. Aquele tipo de passeio de "grego", só dor de cabeça e nada mais.
Ele chegou a ir no hospital por causa disso, o médico tirou um raio-x mas não achou nada, disse que podia ser um trincado no osso e que era pra ficar de repouso. Essa semana ele vai em outro médico pegar uma segunda opinião.
Quando se trata de saúde eu gosto de ouvir 2 ou 3 profissionais, pq o ser humano erra e aqui que não temos muitos médicos eles tendem a prestar mais atenção nos casos mais graves.
Fora isso, essa semana vai ser a última semana de aula da minha filha e o início das férias de verão, isso significa abrir a carteira e gastar dinheiro com os camps infantis que mantêm as crianças ocupadas enquanto os pais trabalham. 
Nós, imigrantes, não temos o privilégio de ter a família por perto pra dar um suporte, então, temos que correr atrás das opções disponíveis para manter os filhos ocupados.
Eu queria mesmo era dar uma viajada, mas eu não sei se o trabalho vai me permitir por agora.
Gente. e aqui está quente, viu?! Nossa, como está fazendo calor! o povo já começou a sentir falta do inverno, mas eu ainda não. Estou evitando até a ligar o car condicionado pra aproveitar bem a quentura do sol e receber bastante vitamina D :) Mas em casa eu já estou com ventilador ligado e bem em cima de mim. Tá difícil dormir com o calor, pq o meu corpo já acostumou com o friozinho.
Bom, tenho que ir pq o trabalho me chama. Mas que Deus derrame suas bênçãos sobre as nossas vidas e nos dê muitas vitórias nessa semana.


domingo, 11 de junho de 2017

Eu, o Brasil e o Canadá

Oi gente, enquanto o Brasil vai descendo ladeira abaixo eu tenho focado mais e mais na minha vida aqui. Antes eu acompanhava as notícia de lá com muita indignação mas com um pouco de esperança que algo fosse mudar, mas hoje eu vejo que o país está completamente entregue aos ladrões. 
Eu não sei como os juízes do STF conseguem se olhar no espelho ou sair na rua de cabeça erguida. Que vergonha!
Sinto muito pelos meus amigos, familiares e pessoas de bem que têm que conviver com toda essa corrupção escrachada sem poder fazer nada, mas é a vida, né? Muitas coisas fogem do nosso controle e nós temos que administrar da melhor forma que podemos.
Eu tento me convencer que hoje eu sou canadense, mesmo que uma boa parte do meu coração continue sendo brasileiro :( 
Sim, eu sou brasileira! Tenho o passaporte canadense mas o Brasil ainda está dentro de mim e eu acho que nunca vai sair.
Hoje mesmo eu estava em uma das praias daqui eu comentei com minhas amigas que eu sinto falta das praias da Bahia, com areia clarinha e água quentinha... sinto falta mesmo!
Mas não sinto falta dos políticos, dos ladrões, da violência, das injustiças, do preconceito e das desigualdades.
A vida de imigrante é assim, a gente se adapta ao lugar mas o coração fica sempre dividido. O meu mesmo têm três países: Brasil, EUA e Canadá. E se eu ainda mudar eu acredito que vai ter lugar pra mais um :)
Eu já pensei em mudar de país, penso nisso de vez em quando. Não por não gostar do Canadá, mas sim por querer ter novas experiências. As vezes me pergunto se eu não deveria passar um tempo na Austrália. Pq quando eu estava escolhendo um país eu fiquei entre Austrália, Canadá e Nova Zelândia e hoje eu me pergunto como estaria a minha vida se eu tivesse escolhido a Austrália ou a Nova Zelândia ao invés do Canadá... coisa de maluco rsrsrsrsrs....
Mas quando eu vim pra cá meu marido disse que não mudava mais pra lugar nenhum... só se Deus mandasse.
Bom, vou dormir que a semana vai ser de muito trabalho se Deus quiser.
Uma semana abençoada pra todos nós.



domingo, 4 de junho de 2017

Um coração agradecido

Oi gente, essa semana foi corrida demais! muito trabalho e pouca diversão. Não teve lago, parque, churrasco e nem festa. Mas foi uma semana de bênção e vitória.
Como disse um amigo querido numa oração em sua casa, eu vou dizer hoje aqui: na minha casa eu dou honra a quem tem honra e quem tem honra é o meu Deus. A Ele seja toda honra e toda glória.
Dia primeiro de junho eu comecei a trabalhar no meu próprio escritório. O Senhor abriu uma porta pra mim em Vancouver e eu estou muito agradecida por essa bênção!
Não estava nos meus planos ter um espaço agora, mas estava nos planos de Deus. Ele moveu as águas e eu só tenho a agradecer.
Há um pouco mais de um mês eu coloquei no meu coração que eu deveria pedir o direcionamento de Deus pra minha vida profissional com mais seriedade. Entrei num propósito de jejum e oração pra que o Senhor falasse comigo, me mostrasse qual era a Sua vontade pra minha vida. Pq mais do que ser uma excelente profissional eu sempre quis ser um instrumento de Deus e eu aprendi que se o Senhor não edificar a casa em vão trabalham os que edificam (Salmo 127:1), ou seja, não adianta nada se Deus não quiser abençoar. Pelo menos é assim que eu acredito. 
Tem um versículo que diz assim: Então vocês clamarão a mim, virão orar a mim, e eu os ouvirei. Vocês me procurarão e me acharão quando me procurarem de todo o coração.
E eu busquei a Deus com todo o meu coração e em um mês grandes coisas o Senhor fez em minha vida! Não somente no sentido profissional, mas muito mais na minha vida espiritual.
Eu me sinto mais aquebrantada, mais sensível a voz do Espírito Santo em mim. É incrível como o Senhor opera no coração daqueles que O buscam de verdade. 
Nós que conhecemos a Deus não podemos ser levados por vista, mas temos que ser levados por fé. Andar crendo que Deus está no controle de todas as coisas e nada acontece que não seja da Sua vontade na vida dos creem nEle.
Que essa semana eu e vc possamos ter experiências incríveis com o Senhor. Que em cada lugar que nós chegarmos possamos fazer a diferença na vida das pessoas.
Que Deus nos abençoe.


domingo, 28 de maio de 2017

Piscinão de Ramos do Canadá :)

Gente, hoje fez um calor aqui com a cara da Bahia :) O dia lindo, céu azul e ume temperatura de quase 30 graus!!!
Uma amiga estava fazendo aniversário e marcamos um churrasco brasileiro em um dos lagos daqui. Em alguns momentos eu até pensei que estava no Brasil, pq a cada metro que eu andava eu ouvia alguém falando em português... okay, exagero meu, não era a cada metro, mas que tinha muitos brasileiros isso tinha rsrsrsrs... 
E o dia estava tão quente que eu já cheguei querendo entrar na água, mas foi só colocar o pé na beirada que eu lembrei que não estava nas praias de Salvador, mas nos lagos do Canadá rsrsrsrs... que água gelada!!!! Mas mesmo assim eu entrei :) Demorou pra tomar coragem, mas depois do primeiro mergulho o corpo acostumou e eu desfrutei da água fria.
Pense num lugar lotado!!! e o mais engraçado é ver os canadenses bem brancos torrando no sol. Parece que todo mundo aguenta o outono e inverno esperando esse momento de poder aproveitar cada segundo do sol.
É estranho pra mim que nasci e fui criada em Salvador morando bem de frente pra praia.
Eu acho os lagos lindos, mas sinto falta das praias da Bahia... e de comer caranguejo e peixe frito com gostinho de mar :)
Aqui é farofada mesmo!!! todo mundo leva seu cooler, sua churrasqueira pq não tem garçom pra te servir na beira da água não!!! nem espere por isso rsrsrsrs...
Minha irmã quando chegou disse que se sentiu no piscinão de Ramos kkkkkkkk... a farofada hoje foi grande! Mas foi um dia maravilhoso!!! 
Eu sou muito grata a Deus por ter permitido que eu viesse morar no Canadá. Eu, na minha cabeça, sempre pensei que minha vida como imigrante seria nos EUA, mas Deus em sua infinita sabedoria olhou pra mim e traçou um plano diferente, melhor do que eu havia imaginado.
As vezes a gente quer muito uma coisa, acha que se não acontecer do jeito que planejamos está tudo errado, mas a gente esquece que quando colocamos as nossas vidas nas mãos de Deus, Ele sempre sabe o que é melhor pra gente. 
Ele sabia muito antes de eu saber que eu viveria essa história incrível no Canadá! que aqui eu faria amigos, minha filha seria alfabetizada, eu abriria uma empresa - quem diria!!!! :) - e teria muitas histórias para contar.
Obrigada Deus pq os Seus planos são melhores que o meu.
Uma semana abençoada pra todos nós.



segunda-feira, 22 de maio de 2017

Que semana doida, hein?!

Oi gente, eu sempre gosto de atualizar o blog nos domingos a noite, mas ontem o dia estava tão lindo e tão quente que não deu :) Pensei em escrever a noite mas eu tive um probleminha de saúde - pra variar! - e acabei fazendo outras coisas.
Hoje eu passei o dia em casa de molho, mas chegou a fazer 28 graus aqui. O povo tá doido!!! o Facebook está cheio de fotos do pessoal nas lagoas e praias. Depois de um inverno loooongo e frio a temperatura, enfim, subiu e tem muita gente feliz :)
Mas, infelizmente, a temperatura não subiu somente aqui, no Brasil as coisas estão pegando fogo, não é??? Quanta notícia ruim vindo de lá???
Eu agradeço muito a Deus que ainda jovem eu percebi que podia ter uma vida melhor em outro país.
Não no sentido financeiro, mas na qualidade de vida mesmo. Saí do Brasil pq eu não aguentava mais o pouco caso e a corrupção do governo de FHC. Depois veio Lula e eu achei que as coisas poderiam melhorar... quanto engano!!! As coisas só foram piorando e chegaram em um ponto que não sabemos como o governo brasileiro vai manter a república. Os políticos estão totalmente desacreditados!
Claro que os esquerdistas ainda vêem esperança, pq eles parecem fazer parte de uma religião maluca que acredita em tudo que os seus líderes acreditam sem nem questionar. Mas fora eles, eu penso que a grande maioria não acredita mais em ninguém e aqueles que podem estão pulando fora do barco.
Eu trabalho com imigração e tenho recebido muitos contatos de pessoas querendo uma forma de sair do Brasil. Gente de todas as áreas e classes sociais.
Aqui não é perfeito e tem suas falhas, mas nem se compara com o que estamos vendo no Brasil!
Estou tentando não ler muitas notícias e nem me envolver emocionalmente com os problemas do Brasil mas nessa última semana não teve jeito.
Bom, eu espero que tudo isso sirva para que os brasileiros façam alguma coisa pelo país. Não sei se tem alguma coisa a ser feita, mas do jeito que está não dá pra continuar.
Eu aqui vou vivendo minha vidinha de imigrante, com os desafios e as conquistas de quem abraçou um novo país pra viver.
Que Deus abençoe as nossas escolhas e nos direcione no melhor caminho.
Uma semana de vitórias pra todos nós.



domingo, 14 de maio de 2017

Amo ser mãe

Hoje eu só quero agradecer pelo privilégio de ser mãe. 
Deus ouviu o meu clamor e realizou o desejo do meu coração quando permitiu que tivesse a filha linda que eu tenho. Queria poder ter mais, pq é tão bom ser mãe que eu gostaria de experimentar tudo que eu vivi novamente. Mas nem sempre o que queremos é o que Deus quer e tudo bem por isso.
O que importa é que eu, meu marido e minha família somos felizes.
De vez em quando surgem tempestades e gigantes tentando nos desanimar ou nos destruir, mas podemos dizer que até aqui o Senhor nos ajudou :)
Eu não ligo quase nada para datas, nem mesmo o dia da mães, mas eu gosto de lembrar que eu sou mãe e sou mãe de verdade, daquelas que chega junto.
Se eu tivesse que fazer um balanço de minha vida, as coisas boas e ruins que eu já vivi, sem dúvida ser mãe fez tudo valer a pena :)
Vou ficando por aqui pq o dia foi longo! Que Deus nos abençoe e nos guarde.
Boa noite a todos!

domingo, 7 de maio de 2017

Saudade do que eu não vivi

Há algumas semanas eu fui convidada para um aniversário de 50 anos de uma das mães da escola de minha filha. Apesar de eu ter um bom relacionamento com ela eu não imaginei que fosse ser chamada e depois que eu fui chamada eu imaginei que outras mães da escola também tinham recebido o convite e eu fui incluída na lista por educação rsrsrssrsrsr... Pq eu tenho um bom relacionamento com as mães da escola mas nunca tinha sido convidada pra aniversários e nunca tinha convidado ninguém para os meus aniversários.
Na hora eu pensei em não ir pq minha vida tem estado bem corrida. Com meu marido no Brasil eu tenho me desdobrado para dar toda atenção que minha filha precisa pra lidar com a ausência do pai e atenção a minha empresa que está começando. Mas, enfim, eu decidi que tinha que ir. Nossas filhas brincam muito juntas e nós sempre contamos uma com a outra para pegar e levar quando o trabalho nos impede. Aquela velha história: uma mão lava a outra.
No convite que eu recebi dizia que era uma festa somente para mulheres e não podia levar crianças. Mais um motivo pra eu não ir, mas minha irmã disse que podia ficar com minha filha e eu concordei.
Lá fui eu comprar o presente pra ir ao tal do aniversário que eu não estava muito animada. Chegando na loja, já com o presente na mão, pronta pra pagar, cadê a carteira? tinha esquecido em outra bolsa... afff... Saí correndo, voltei pra casa, peguei a carteira, voltei pra hoje... tudo isso eu pensando pq não desistir de ir??? Mas lá fui eu. Cheguei 30 minutos atrasada, mas cheguei. Entrei na festa, deveria ter umas 60 pessoas e eu só conhecia a aniversariante e o marido. Tinham alguns rostos familiares mas ninguém que eu realmente conhecesse, nenhuma outra mãe da sala de minha filha, ninguém!!! 
Bom, como já era 1:30 da tarde eu fui na mesa e me servi. Tinham muitas saladas israelenses, e eu amo salada israelense!! Fiz meu prato, arrumei um lugar no sofá e fiquei quietinha :)
De repente todos os convidados entraram onde eu estava pra ver um video que tinha sido feito para comemorar os 50 anos da aniversariante.
O video começou com as fotos do nascimento e foi mostrando a história da vida dela. Eu comecei a chorar!!! e o pior que as lágrimas escorriam e eu enxugava rapidamente pq eu fiquei imaginando no que os convidados estavam pensando de ver uma completa estranha aos prantos vendo aquela história que ela nem fazia parte hahahaahahaha.
Mas eu estava chorando de ver como a vida passa rápido, como vivemos tantos momentos lindos e nem nos damos conta. Eu senti naquelas imagens, naquela festa muito amor, muito carinho dos familiares e amigos pela aniversariante. Amigos de décadas, amigos de infância que estavam ali também com os seus 50, 60 anos ao redor dela naquele momento tão especial.
Depois do video algumas das amigas pediram pra falar e relembraram histórias e momentos marcantes. A aniversariante chorava, as amigas choravam e eu chorava tb.
Acho que meu nível de sensibilidade está fora do normal. Semana passada eu chorei no final do filme dos Smurffs... nem eu acreditei!!!! Hahahaahahahaha.
Mas voltando ao aniversário, eu ainda tenho um bom caminho a percorrer antes dos meus 50, mas essa festa, que eu nem queria ter ido, me deu saudade do que eu deixei pra trás quando saí do Brasil. Provavelmente nos meus 50 anos eu não vou ter minhas amigas de infância contando as nossas aventuras e os momentos especiais que tivemos. Eu provavelmente não vou ter meus tios, primos e demais familiares ao meu redor. Sem falar do que eu tenho privado minha filha de viver perto dos avós, primos e familiares.
Mas a vida é assim mesmo, não é? é feita de escolhas e eu escolhi sair do Brasil e construir uma nova história em um outro lugar. Que Deus me abençoe nisso e console o meu coração todas as vezes que eu sentir o que eu senti hoje, saudade do que eu não vivi.
Uma semana abençoada para todos nós.

domingo, 30 de abril de 2017

Que dia lindo!!!

Oi gente, hoje fez um dia lindo por aqui!!! daqueles que você tem que parar para admirar e tirar foto.
Eu nem estava planejando sair, pq eu tinha mil coisas pra fazer em casa, mas quando eu vi o dia maravilhoso que estava fazendo eu saí da igreja, almocei e fui encontrar com alguns amigos em um parque em North Vancouver.
Enquanto eu dirigia eu observei muita gente parando os carros para tirar fotos na ruas com as árvores cheias de flores. Eram corredores coloridos que pareciam ter sido pintados de tão perfeitos que eram.
Interessante que no estudo bíblico da última sexta um amigo disse que me as vezes me achava triste e me perguntou o motivo de eu ter uma luta emocional interna.
Eu dividi com o grupo algumas coisas que eu tinha passado e tinham deixado marcas profundas em mim e depois eu fiquei pensando sobre esse assunto. Falar de depressão e ansiedade no meio de cristãos ou de pessoas que nunca passaram por problemas emocionais é meio que tabu. Então, eu fiquei me perguntando o quê exatamente me deixava triste. Na hora o que veio na minha cabeça foi o mundo de uma forma geral, de como o mundo é triste e cruel, de como tudo é difícil, complicado. São tantas coisas ruins acontecendo, tantas injustiças, tanta miséria que, quando eu junto com os meus próprios problemas, eu sinto mais do que deveria sentir para manter uma saúde emocional. 
Tem gente que vive sem se importar muito com as coisas ao seu redor e eu me importo mais do que deveria.
Mas eu não me contentei em encontrar só o lado ruim da vida, afinal, existe muita coisa boa e muitos motivos para nos fazer sorrir. Não seria justo dizer que tudo é ruim. 
Falando comigo mesma a primeira coisa que eu lembrei foi da natureza, de como a natureza é um reflexo da grandeza de Deus. E aqui no Canadá a gente vê essa natureza com tanta abundância que eu não consigo ver sem associar a Deus.
Imagine vc dirigir por ruas completamente verdes e com canteiros cheios de tulipas coloridas. Aqui é assim!!! Tem ruas que as árvores são cobertas de flores rosas e quando vc olha para as montanhas o topo delas tem neve. É um cenário fascinante!
Outra coisa que eu acho lindo na vida é o ciclo dela. Amo ver um bebê crescer no ventre da mãe e nascer. Muita gente morre todos os dias, mas muita gente nasce tb e isso é maravilhoso!
Eu tb amo aniversários! amo festinhas de aniversário com bolo, doces, balões, crianças correndo, amigos conversando... adoro!!! :)
Mas uma coisa que me deixa feliz de verdade é quando Deus me usa para ajudar ou abençoar a vida de alguém, pq eu sei que tocar com amor no coração de uma pessoa não tem preço.
Eu lembro com carinho de cada pessoa que Deus usou para me abençoar ou que esteve comigo nos momentos mais difíceis de minha vida. Eu lembro das mãos que não me deixaram cair, das palavras que aliviaram minha dor e dos abraços que eu recebi quando eu não tinha palavras e nem condições de falar. Eu lembro de quem orou por mim quando eu precisava de um milagre, eu lembro...
Que Deus abençoe a nossa semana e nos use para que possamos abençoar as pessoas que Ele colocar em nossos caminhos.
Boa noite!





domingo, 23 de abril de 2017

Ele de férias e eu trabalhando

Oi gente, essa semana o maridão foi de férias para o Brasil e eu fiquei :( Não foi o que planejamos, mas foi o que aconteceu por diferentes motivos. Eu até tentei ir, mas, eu não sei pq, as passagens estavam muito mais caras e como a avó dele está bem doentinha, ele não podia esperar e foi sozinho.
Eu não gosto de reclamar quando as coisa não saem do jeito que eu planejei pq todas as noites antes de dormir, eu oro e coloco a minha vida nas mãos de Deus pedindo que Ele me guarde, me livre do mal e direcione a minha vida. Portanto, se uma coisa não sai do jeito que eu quis eu sempre penso que foi Deus agindo em meu favor.
Eu acredito que a gente passa por livramentos de Deus sem ter ideia do que poderia ter acontecido se Ele não tivesse agido, se os anjos do Senhor não estivessem acampados para nos livrar.
No estudo bíblico da semana passada um casal de amigos estava questionando a vinda deles para o Canadá. As coisas não têm sido faceis e eles estavam se perguntando se não teria sido melhor ter ficado no Brasil. Engraçado que eu já me fiz essa pergunta, pq o recomeço em outro país não é fácil, os primeiros anos são desafiadores, recomeçar do zero é bem complicado e nós, como humanos, somos tentados a pensar que estamos no lugar errado pq as coisas estão dando errado.
Mas aí eu penso em Deus, eu lembro das orações que eu fiz, de todas as confirmações que Ele me deu, eu penso nos livramentos, não somente do que poderia ter acontecido se eu tivesse ficado no Brasil como no agir de Deus em relação ao meu futuro.
Tudo na vida tem uma razão de ser e eu acredito que a vida do crente é guiada pelas mãos invisíveis de Deus que agem de forma sobrenatural trabalhando nos mínimos detalhes, costurando a nossa história de ponto em ponto.
Uma vez eu ouvi uma ministração do Rene Kivitz sobre as mãos invisíveis de Deus na vida de Ester. Mensagem maravilhosa!!! falava exatamente do agir de Deus em favor do judeus antes mesmo da ameaça que eles sofreriam. 
Deus colocou Ester, uma judia, sentada no trono como rainha, para interceder pelo judeus pq Ele já sabia que Hamã planejaria exterminar com todos os judeus, ou seja, Deus proveu o livramento antes mesmo da ameaça... que Deus MARAVILHOSO, é esse??? 
É dessa forma que eu acredito que Deus age comigo. Em cada porta que se fecha, em cada pessoa que cruza meu caminho, em cada lugar que eu vou, eu sempre penso que Deus está agindo na minha vida.
Nada é por acaso quando Deus está no controle!
Por isso eu não fico muito chateada por não ter ido com o meu marido. Procurei muito por passagens e não encontrei nada que fosse de acordo com o nosso orçamento. Não era o momento, não era a hora e Deus sabe pq.
Vou aproveitar os dias aqui pra trabalhar mais e orar mais :) 
Uma semana abençoada de vitórias para mim e para vcs!

domingo, 16 de abril de 2017

Ele vive

Oi gente, uma feliz páscoa pra vcs! Eu não fiz nada de especial nesses últimos dias devido a uma forte gripe, mas, apesar de toda moleza e dor de garganta, eu ainda tive forçar para comer uma feijoada com os amigos na sexta e hoje fui a igreja.
Eu queria aproveitar esse domingo de páscoa para dividir com vcs uma frase que mexeu comigo durante a semana. Foi uma frase que eu li no Facebook que dizia: O começo da ansiedade é o fim da fé.
Essa frase pode não significar nada pra muita gente, mas pra quem sofreu ou sofre de ansiedade não é somente um monte de palavras querendo preencher espaço, tem algum sentido.
Eu não sei vcs, mas eu sou o tipo de pessoa preocupada, sempre estou pensando em como resolver algum problema, em como ajudar alguém ou a mim mesma, em como as coisas estão no mundo hoje e como estarão amanhã, enfim, eu tenho constantemente que me lembrar que existe um Deus que está no controle de todas as coisas ou a ansiedade me domina.
E a ansiedade não vem sozinha, ela sempre vem acompanhado do medo e esse sim é o responsável por diminuir a nossa fé. 
O medo de ter feito a escolha errada, o medo de não conseguir, de não dar certo, de falhar, medo, medo, medo... Só que o medo realmente não anda junto da fé, ou é um ou é outro. Onde a fé entra o medo e a ansiedade saem. 
Então quando a ansiedade começa a dominar a minha mente eu sei que estou precisando me alimentar mais espiritualmente, está faltando palavra bíblica dentro de mim que me faça olhar as coisas com outros olhos.
Se você colocar uma pessoa ansiosa em um carro com o pneu furado, ela vai sentir como se nada estivesse dando certo, que tudo é difícil, que só tem problemas, que até o pneu tá furado, que nada mais tem sentido... não estou exagerando!
Mas se você coloca uma pessoa sem ansiedade e com fé no mesmo carro com o pneu furado ela pode ficar até chateada, mas vai logo pensar que o pneu furado pode ter sido um livramento, que não é nada demais ter um pneu furado e o céu tá azul, o dia está lindo, vamos trocar logo o pneu e seguir viagem.
A bíblia relata que Jesus foi crucificado. A fé a esperança dos discípulos que o seguiam morreram com Ele, mas Ele ressuscitou!!! Ele voltou e mostrou que a morte não tinha poder sobre Ele. Jesus venceu a morte e até hoje ninguém que disse o contrário conseguiu achar o corpo dEle. Porque Ele vive! E, como diz a música, porque Ele vive eu posso crer no amanhã, porque Ele vive, temor não há...
Sim, meus amigos, Ele vive, Ele venceu a morte, Ele está no controle e por isso não temos pq temer ou pq nos preocupar além do normal. A nossa fé está nEle e a nossa vida está nas mãos dEle. Ainda que as coisas pareçam dar errado, nEle nós somos mais que vencedores.
Que Deus aumente a nossa fé cada dia mais.


domingo, 9 de abril de 2017

Minha cara vermelha :)

Olá blogueiros, tiveram uma boa semana??? espero que sim, se não, confiem em Deus, pq com Ele o melhor está por vir :)
A minha semana foi cheia, mas nada de mais... com um detalhe, tive uma consulta interessante com uma alergista.
Há uns 3-4 meses meu rosto começou a ficar vermelho e cheio de pintinhas. Parecia uma rubeula ou roseola, mas como eu já tinha tido na infância e estava concentrado mais no rosto eu achei que podia ser uma reação do frio, afinal o inverno desse ano foi muito mais do que qualquer pessoa aqui esperava. Comecei a hidratar bem a pela, comprei um Cetaphil, mas toda vez que eu colocava eu sentia minha pele queimando.
Eu sabia que precisava ir ao médico, mas eu estava super concentrada na prova que eu tinha que fazer pra tirar a licença como consultora de imigração e acabei adiando. Depois que eu passei na prova e as coisas começaram a ficar mais calmas eu marquei uma consulta com a minha family doctor e fui.
Ela me examinou e me encaminhou para uma alergista. A consulta foi na sexta. A alergista me examinou e disse não acreditar ser uma alergia. Ela chegou a fazer uns testes, todos deram negativos, vai fazer mais alguns mas, segundo ela, pode ser que a gente nunca saiba a razão. E ela me encaminhou para um dermatologista, mas a consulta pode levar uns 2 meses.
Mas o que eu quero contar pra vcs é que enquanto eu estava lá ouvindo as explicações sobre processos alérgicos a médica começou a me dizer que eu deveria fazer ioga, relaxamento ou alguma coisa pra me relaxar, pq a minha cara vermelha podia ser uma reação do meu corpo ao estresse.
A médica era daquelas pessoas bem zen, sabe? e eu pensando comigo: agora ferrou! se eu precisar fazer ioga pra me livrar da cara vermelha eu vou virar um tomate kkkkkkkk... não vai rolar!!!
Uma vez, por influência de amigas, eu fui pra ioga... pensem numa pedra dura colada no chão tentando flutuar!! toda eu kkkkk O negócio foi tão feio que quando acabou a aula a professora veio falar comigo, com aquela cara de pena, me pedindo por favor que eu não desistisse, que ela queria muito me ajudar kkkkkk Sério!!! vcs acham que eu voltei lá??? Nunca mais :)
Minha esperança agora é o dermatologista e Deus, pq se depender da ioga...
Mudando de assunto, hoje é domingo e como em todo domingo eu fui a igreja. Quando eu acordei eu li notícias dos atentados que aconteceram no Egito e que mataram dezenas de cristãos que estavam cultuando a Deus dentro das igrejas atacadas.
Eu esperei que o pastor mencionasse alguma coisa sobre esse ataque covarde e que orasse pelas famílias enlutadas e pelos cristãos perseguidos no mundo, mas ninguém mencionou nada. Era como se não tivesse acontecido nada. E realmente não aconteceu nada aqui. As igrejas do Canadá nunca tiveram que se preocupar com isso, então, pq falar sobre uma coisa tão triste quando as pessoas vão para igreja pra ouvir uma palavra de ânimo, fé e esperança???
Deixa eu falar uma coisa pra vcs: no céu não há igrejas, países, ricos ou pobres. No céu estará o povo de Deus e essas pessoas que morreram são filhos de Deus. A morte delas têm que despertar tristeza no meu coração e no coração de qualquer cristão. A perseguição que essas pessoas estão sofrendo tem que me comover pq o mesmo Espírito que habita nelas habita em mim. Se eu sou indiferente, talvez seja pq o Espírito não está em mim.
E quer mais??? Na velocidade que as coisas estão acontecendo, com essa política de fronteira aberta do primeiro ministro do Canadá eu acredito que em breve o Canadá estará tb enterrando os seus cristão mortos e talvez aí as igrejas ocidentais repensem sua posição.
Que Deus nos dê uma semana abençoada.

domingo, 2 de abril de 2017

Fui pega no primeiro de abril!

Oi gente, eu sei que muitos de vcs lêem meus posts e acham que me conhecem muito, mas com certeza vcs não me conhecem completamente, por exemplo, eu me considero uma pessoa bem esquisita :) Uma das minha características é não rir de piada. Eu me acabo com as pegadinhas de Silvio Santos, mas dificilmente acho uma piada engraçada. As vezes eu dou risada pra não deixar a outra pessoa sem graça kkkkkkkk.
Aqui em casa o alegre e divertido é o meu marido, eu sou a séria e bota séria nisso!
Mas, enfim, o que eu quero dizer é que primeiro de abril pra mim não tem graça alguma e eu não dou a mínima, mas ontem caí em uma que eu não acreditei!!!!
Todo o primeiro sábado do mês eu sou líder voluntária do Food Bank de Richmond. O Food Bank é uma ONG que distribui alimentos para famílias de baixa renda, que aqui inclui aposentados, estudantes, mães solteiras e novos imigrantes. 
Nos dias que eu estou lá eu chego cedo, arrumo as mesas onde os alimentos serão colocados, ajudo a descarregar a van que vem repleta de caixas com enlatados, biscoitos, pães, bolos, frutas, verduras, leite, materiais de higiene, fraldas, enfim, e nós servimos uma média de 65-80 famílias em uma hora e meia.
Ontem, pra mim que nem lembro do primeiro de abril, era um dia como outro qualquer. Eu cheguei cedo, arrumei as mesas e quando a van chegou eu fui ajudar a descarregar, mas ao invés de vir um motorista do Food Bank vieram dois. Na hora eu nem notei, mas um deles me disse que havia acontecido um acidente no depósito, uma estante grande tinha caído deixando tudo espalhado no chão. Ele falou que estava a maior confusão e eles não conseguiram trazer muita coisa. 
Claro que eu eu fiquei chocada, mas nem passou pela minha cabeça que não era verdade. Fui até a van e quando abriram as portas tinha 15%-20% do que geralmente eles trazem e eu fiquei sem palavras!!! Eu e os outros voluntários ficamos de boca aberta sem reação e eu disse: como assim?? nós não podemos servir só isso! não é justo colocarmos a pessoa no sistema se ela não vai poder levar o suficiente pra passar a semana.
Gente, eu estava quase chorando. Eu não sabia o que fazer!
Um dos motoristas me disse que nós então daríamos a comida sem colocar no sistema, pq a pessoa poderia ir em outra sede do Food Bank durante a semana e pegar mais. Então eu concordei. Como não tinha muita coisa eu sugeri que não usássemos todas as mesas, só metade delas, mas o rapaz me disse que era melhor manter a mesma ordem pra não confundir e eu concordei.
Começamos a tirar as coisas e, de repente, eles olham pra mim e me perguntam: Renata, que dia é hoje?
Nessa hora a ficha caiu!!! Eu olhei pra eles e falei sem acreditar: É sério??? vcs me colocaram numa pegadinha??? 
E eles começaram a rir e trouxeram uma outra van cheia de comida que estava escondida!!!! 
Eu não sabia se eu ria ou chorava de alívio e alegria :) Então os dois vieram e me abraçaram com o maior carinho.
O que eu achei legal nisso tudo é que essa brincadeira tão bem elaborada pra me pegar foi feita como se eu fosse amiga íntima deles, como se eu fosse família.
Eu já pensei muito em parar de voluntariar pela correria do dia-a-dia, mas eu sempre repenso e decido continuar, pq é um tempo que eu tiro para abençoar o próximo e isso me deixa muito feliz. Todos os sábados que eu saio de lá eu me sinto realizada.
Eu lembro no treinamento que uma das coisas que eles me ensinaram foi que os voluntários sempre deveriam ter um sorriso no rosto, pq talvez, para muitas pessoas que buscavam o Food bank, o nosso sorriso seria o primeiro do dia ou da semana. Um sorriso!
Se você estiver em Richmond ou próximo de Richmond e quiser mais informações sobre o Food Bank pode me procurar.
Uma semana cheia de bênção para todos nós :)





domingo, 26 de março de 2017

Parabéns pra mim!

Amanhã eu completo mais um ano de vida com a graça do meu bom Deus.
O tempo tem voado e eu tenho a impressão que estou envelhecendo e não estou cumprindo nem metade das coisas que eu precisava cumprir. Fico sempre com a sensação que eu precisava fazer mais, viver mais, experimentar mais antes que a idade ou a morte me alcancem.
Mas eu fico feliz de saber que os anos estão passando e a minha esperança continua firme no Senhor. Ah, como é bom saber que eu tenho um Deus que me ama e cuida de mim nos mínimos detalhes. 
Quando estou triste e com o coração pequenininho Ele sempre arranja um jeito de demonstrar o Seu amor por mim. 
Essa semana eu tive um desses dias de cabeça baixa. Eu estava quieta no meu canto quando, de repente, eu recebi um zap no celular de uma pessoa que tinha lido o meu blog mas não me conhece pessoalmente. Quando eu abri a mensagem tinha uma palavra de encorajamento. Depois que eu li eu respondi agradecendo. Eu fiz questão de dizer que essa pessoa tinha acabado de ser um instrumento de Deus na minha vida e ela respondeu que Deus tinha tocado nela pra que ela orasse por mim e por minha família. Como pode??? Que Deus maravilhoso é esse que levanta pessoas que a gente nem conhece pra interceder por nós?? Esse é o Deus que eu acredito, o meu Abba.
Não existe vida perfeita, com certeza a minha não é e nunca vai ser, mas existe um amor perfeito e é o amor de Deus por mim e por vc.
Quando eu penso na minha vida, nos meus planos e nos meus sonhos, eu penso nos milagres de Deus. Quantas vezes no decorrer da minha história eu pensei que não ia conseguir, que não tinha jeito e Ele estendeu as suas mãos de milagre e mudou tudo ao meu favor.
No meu aniversário eu tenho alguns sonhos que parecem que nunca vão se realizar, mas eu tenho paz também, pq eu sei que o meu Deus sabe de tudo e se o meu sonho for o sonho dEle pra mim vai acontecer, na hora dEle e do jeito dEle.
Se vcs me perguntassem o que eu teria feito diferente na minha vida eu diria, com toda a certeza, que eu teria buscado conhecer a Deus antes, muito antes.
Desejo uma semana abençoada a todos nós.




domingo, 19 de março de 2017

Mais uma festinha no Canadá

Oi gente, hoje o dia foi bem corrido pq comemorei o aniversário de minha filha. Na verdade a data não é hoje, mas como estávamos pensando em ir ao Brasil no final do mês eu resolvi antecipar a festinha.
Eu gosto de comemorar aniversários. Eu sei que gasta muito e tem gente que não liga, mas na minha família minha mãe nunca deixou passar em branco. A gente sempre comemorava meus aniversários nem que fosse com uma festinha bem simples. 
Minha família sempre foi muita festeira e qualquer motivo pra festejar era motivo :)
Eu saí do Brasil, perdi muito dessa alegria de estar cercada dos amigos e familiares, então, eu tento passar um pouco de tudo que eu tive pra minha filha. Infelizmente ela não tem uma família grande ao redor como eu tive e não tem ideia do que está perdendo, mas eu sinto por ela.
É interessante com a gente não pode ter tudo, não é? Eu estava acompanhando as notícias sobre a venda de carne estragada e envenenada que estava (ou está) sendo vendida no Brasil e eu fiquei pensando no privilégio de não precisar morar lá. Pq é muito complicado vc saber disso tudo e, simplesmente, não poder fazer nada e saber que não vai dar em nada pq a corrupção já ultrapassou todos os níveis suportáveis e não tem em quem se confiar, nem partido e nem político. Mas, enfim, o que eu quero dizer é que eu não estou no Brasil, mas minha família está. Eu aqui e eles lá... é complicado!!!
Por outro lado, o lado bom de estar aqui é que se alguém tomar coragem para sair do Brasil eles já têm um apoio no Canadá, euzinha :)
Quero mais que todos os trabalhadores honestos saiam de lá, pq ninguém merece!!!
Mudando de assunto, a temperatura aqui tem começado a subir e tá todo mundo contando os segundo para dizer tchau para o inverno e dar as boas vindas para a primavera. Hoje mesmo fez um dia lindo!!! ainda estava um pouco friozinho, mas nada comparado há duas semanas atrás. 
Não vejo a hora de ver a cidade florida e verde... prometo que vou colocar fotos aqui para vocês verem tb. 
Eu sei que quando a gente tá no Brasil a gente fica imaginando como são as coisas aqui e qualquer foto ou qualquer comentário nos deixa felizes.
Eu lembro quando estava esperando para vir pra Vancouver eu ficava lendo todos os blogs possíveis pra saber dos relatos e das experiências das pessoas que tinham vindo antes de mim... como o tempo passa!!! eu já tenho 5 anos aqui e muitas pessoas que liam meu blog já chegaram e fizeram suas vidas por aqui. Fiquei amiga de muitas delas e tenho várias no meu Face.
Bom, vou ficando por aqui. Estou muito cansada por causa da festinha e pq minha filha trouxe duas amiguinha pra um sleepover que me deixou exausta!!! coisas de mãe :)
Uma boa noite e uma semana mais do que abençoada para todos nós.
video






domingo, 12 de março de 2017

Alcançado mais um propósito!

Oi gente, não escrevi semana passada pq estava super envolvida em um festival cristão que aconteceu aqui em Vancouver, o Festival of Hope, do ministério do Billy Graham.
Desde que eu soube que esse festival viria pra Vancouver eu coloquei no meu coração que eu ajudaria de alguma forma e, apesar de toda loucura do meu dia-a-dia, eu fui e posso dizer que valeu cada segundo. Foi maravilhoso!!! 
Eu fiquei realmente tocada de ver a quantidade de voluntários envolvidos no projeto e a quantidade de pessoas que foram assistir, uma média de 12.000 por noite!!!
Eu sei que nem todos que se dizem cristãos são pessoas boas, mas eu penso que a maioria das pessoas que saem do conforto do seu lar para ir a um evento desses ou ao culto de uma igreja está realmente procurando ser melhor. 
Final desse mês eu completo mais um ano de vida e não posso deixar de pensar no propósito de Deus pra minha vida. Pq pra mim o viver uma vida plena não se resumi a conquistas materiais, tem que ter algo mais e é esse algo mais que eu quero descobrir :)
Mas de uma coisa eu sei: eu não posso abraçar o mundo pq não dou conta, então, tenho que escolher as áreas que tenham mais haver comigo e investir. 
Falando em áreas que tenham haver comigo, eu terminei meu curso de consultoria de imigração e passei na prova. Claro que foi com a graça e o favor de Deus. 
Foi uma bênção ter concluído essa fase da minha vida com sucesso e agora é encontrar a vontade de Deus pra mim nessa nova área.
No período que eu estava estudando eu fiquei bem tocada com as histórias de mulheres que pediam refúgio aqui por sofrerem abusos e tortura dos seus cônjuges nos seus países de origem. Talvez, se eu tiver estômago pra isso, eu dedique um pouco do meu tempo pra ajudar em casos como esses. 
Não sei ainda, pq eu não pretendo me especializar em refúgio, mas ajudar é sempre bom.
Ahhh, se vcs souberem de famílias brasileiras que precisem colocar crianças em esporte mas não tenham grana sobrando, a igreja da qual eu faço parte aqui em Richmond vai oferecer três camps de férias e não vai cobrar nada para crianças brasileiras. Bacana, né? Se vcs souberem de alguém podem falar comigo ou entrar direto em contato com a igreja. As informações estão no panfleto abaixo.
Que Deus abençoe a nossa semana, nos guarde e nos livre de todo mal. Eu tenho certeza que o melhor de Deus ainda está por vir.
Boa noite a todos!


Deixo alguns videos do show!


video


video


video



domingo, 26 de fevereiro de 2017

Mais uma experiência com o sistema de saúde daqui.

Olá amigos blogueiros, hoje vou contar pra vcs uma experiência que eu tive essa semana na emergência do hospital aqui em Richmond.
Bom, como vcs sabem eu já perdi as contas de quantas vezes eu fui pro hospital. Infelizmente a minha saúde não é sempre 100% e eu já experimentei o sistema de saúde canadense algumas vezes.
No geral o saldo é positivo e eu sou grata a Deus e ao Canadá pelo serviço a que eu tenho acesso.
Mas eu confesso a vcs que algumas coisas me preocupam e me assustam um pouco.
Eu me senti mal as 4:00 da manhã. Tentei segurar um pouco até o dia amanhecer pra poder deixar minha filha na escola antes de ir a emergência, mas não deu. Resolvi mandar uma msg de texto pra uma amiga que tem a filha na mesma escola da minha pra ver se ela poderia levar minha filha pra aula. Ainda bem que ela é meio coruja, está estudando pra uma prova e estava acordada. Ela concordou em levar minha filha pra escola e eu segui pra emergência. Cheguei lá umas 5:40 da manhã e a sala de espera estava vazia. Na hora fiquei feliz pq achei que o atendimento seria super rápido... que ilusão!!! Passei rápido pela triagem, mas a enfermeira logo me avisou que eu estivesse preparada para esperar no mínimo 3 horas pq só tinha uma médica de plantão. Como assim só uma médica??? Bom, foram quatro horas de espera! 
A médica chegou e eu, meio que no impulso, dei um "ufa" e ela se desculpou pela espera e me disse que tinha pacientes que estavam esperando desde as 10:00 da noite do dia anterior. Claro que eu fui educada e disse que entendia, que estava tudo bem, que eu sabia que ela estava sobrecarregada, enfim... Mas o que eu queria ter perguntado e não perguntei, pq o tempo dela é valioso e eu não ia atrasa-la já que eu sabia que tinham outros pacientes esperando, era pq as vagas para medicina são tão poucas se o país precisa de mais médicos.
Pelo que eu ouvi falar, aqui em Vancouver, cidade de mais de 2 milhões de pessoas, só existem 30 vagas por ano. Só entra na UBC em medicina os melhores dos melhores.
E para o imigrante médico conseguir validar o diploma aqui é uma loucura de investimento financeiro e muito estudo. Quase impossível :( E as vagas de residências médicas tb são concorridíssimas!
Semana passada uma criança morreu em um hospital em uma cidade próxima chamada Abbotsford. Pelo que eu li a criança estava com sinais de virose, tipo febre, vômito e mal estar, mas estava aparentemente bem. Já tinha ido a emergência, tinha voltado pra casa e estava com sintomas de virose mas brincando e interagindo normalmente, até que a criança começou a ficar molinha e os pais levaram novamente para emergência. Demorou duas horas pra serem atendidos, a criança foi pra UTI e morreu em menos de 4 horas de pneumonia. Agora estão investigando o caso pra saber se essa morte poderia ter sido evitada.
Eu não sou médica e nem conheço esse caso pra dar palpite, mas eu sou mãe e já tive em uma situação parecida.
Minha filha estava gripada, vomitou e ficou bem mole. Levei pra emergência e na triagem ela ficou com falta de ar, foi levada pra UTI e diagnosticada com pneumonia bacteriana e infecção generalizada. Graças ao meu Deus isso aconteceu em um hospital grande no Brasil e com muitos médicos e estrutura. Imagine se eu tivesse que esperar horas pra ser atendida por uma médica em uma situação dessas?
É claro que nada acontece sem a vontade soberana de Deus, mas como mãe eu me preocupo com essas coisas. As vezes eu penso em até ter um seguro médico em Seattle, fronteira americana aqui bem perto, em casos assim, mas acho meio loucura.
Como eu disse anteriormente, o saldo do sistema público daqui é positivo, mas essa limitação de médicos é preocupante.
Vou ficando por aqui. Que Deus abençoe a nossa semana e nos livre de todo o mal.
Boa noite a todos.