"Agrada-te do Senhor, e Ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais Ele fará." Sl37: 4-5















domingo, 9 de agosto de 2020

Dez anos depois do cancer de mama

Olá gente, quanto tempo, hein?! Eu sei que pra muita gente essa pandemia foi um break no trabalho, mas não pra mim. Eu continuei trabalhando, porém com a diferença de ter minha filha em casa e de buscar novas formas de continuar com os trabalhos da igreja, ou seja, a vida ficou bem tumultuada. Enfrentei “ups and downs” no meu emocional, mas com a chegada do verão, de mais dias de sol e com a possibilidade de ver mais pessoas nos parques eu passei a me sentir bem melhor. Glória a Deus por isso!
Mas eu quero falar de outra coisa hoje. Agora em 2020 eu completei 10 anos do diagnóstico de cancer de mama. Uma grande vitória! Deus me deu 10 anos de vida pós-cancer e eu sou muito grata por isso. Uma das minhas metas nesse tempo foi pregar a palavra em tempo e fora de tempo e eu acho que cumpri. Glória a Deus por isso também!
Cada dia de vida é uma oportunidade que o Senhor nos dá de aprofundarmos o nosso relacionamento com Ele, de sermos pessoas melhores e de recomeçar. E eu fico feliz de ter usado esses anos para andar com Deus. É um privilégio ter sido alcançada por Ele.
Há um pouco mais de um mês eu encontrei um cisto no seio esquerdo. Junto com isso eu também comecei a sentir algumas outras coisas e decidi fazer logo o meu checkup anual. Na quinta passada, dia 30 de julho, eu fiz a mamografia. Fiz a primeira parte e a pessoa que estava administrando o exame fez uma cara feia e disse que não tinha servido e me fez repetir. Quando terminou eu perguntei se estava tudo bem e ela me disse que não era médica e, portanto, não podia falar. Logo depois me chamou, olhou para os meus seios e marcou em um papel três pontos no seio esquerdo e um ponto no direito. Depois disso disse que eu poderia ir que minha médica entraria em contato para me entregar o resultado.
Saí de lá com mil coisas na minha cabeça, mas eu verdadeiramente acredito que Deus tem a minha vida nas palmas de Suas mãos e que nada, absolutamente nada, pode acontecer comigo que não seja da vontade dEle. Seja vida ou seja morte, Ele é o Senhor! Olhei para o céu e pedi que Deus falasse comigo pq a morte para o cristão é lucro, mas eu tenho uma filha que ainda precisa muito de mim. Mas Deus estava em silêncio. Eu não conseguia ouvir nada.
Entrei em jejum, oração e busca por palavra. Pq eu sei que nas lutas eu encontro em Deus o meu refúgio. Não comentei com ninguém além do meu marido. Era algo que eu queria tratar com Deus em intimidade.
Tudo isso aconteceu na véspera de um feriado prolongado e eu já tinha uma viagem marcada. Fui curtir a viagem com a cabeça a mil, mas em todo instante eu estava conversando com Deus em espírito. Eu queria muito ouvir a Sua voz, mas de novo, era um silêncio sem fim.
Eu voltei para casa na segunda, que era feriado, esperando saber do resultado na terça. Liguei para a clínica logo pela manhã e a secretária me confirmou que tinha recebido o exame mas que a médica não tinha visto ainda. Pedi que ela fizesse o favor de me ligar ou que ao menos me enviasse uma mensagem, mas isso não aconteceu. A médica só me ligou na sexta final do dia depois que eu pedi que me enviassem o resultado do exame. Ou seja, passei mais de uma semana pensando sobre as possibilidades, mais de uma semana consagrando a Deus e buscando um direcionamento. Foram dias muito difíceis pra mim, mas dias de reflexão também. Pensei nas minhas escolhas, prioridades, em o que eu faria diferente se o resultasse viesse positivo ou negativo.
Na quarta eu tive uma sessão com minha psicológa e ela me disse algo interessante: Independente do resultado, a sua vida já mudou.
E ela estava certa! Independente do que acontecesse o meu relacionamento com Deus continuaria o mesmo, mas o meu relacionamento com o mundo não.
Bom, na sexta, final da tarde, a médica me ligou dizendo que o exame deu normal. Ela solicitou um ultrassom mas a mamografia veio normal, o que é uma boa notícia. Glória a Deus por isso! Mas eu saí dessa diferente do que eu entrei.
Pensei muito, orei e tomei algumas decisões. Uma delas foi parar os meus estudos. Hoje eu comuniquei ao mestrado e a igreja que estou saindo do programa. Vou dar uma desacelerada e focar muito mais na minha filha.
A gente não leva nada dessa vida, mas a gente deixa memórias e eu quero que a minha filha tenha muitas memórias comigo

Que Deus abençoe a nossa semana!

domingo, 21 de junho de 2020

Atualizando os desafios :)

Oi gente, eu gostaria de atualizar mais o blog mas achar o tempo tem sido complicado.
Essa fase de covid tendo que trabalhar em casa e administrar filha, casa e trabalho tem sido muito cansativo e estressante.
Estava tão exausta emocionalmente que o pastor pediu que eu desse um tempo no mestrado. Eu não queria, mas acabei concordando com ele. Se eu pudesse escolher eu tinha dado tempo do meu trabalho, mas como não posso e alguma coisa tinha que ser colocada em hold.
Mas esse Covid tb trouxe pontos positivos. Eu pude ver o quanto minha filha está atrasada academicamante. Eu sabia mas não tinha consciência do quão atrasada ela está.
Falta um ano para ela acabar o Elementary e começar o High School e eu estava procurando uma escola que tivesse programas mais voltados para artes, mas cheguei a conclusão que ela precisa mesmo é de uma escola mais especializada para crianças com dyslexia. A boa notícia é que agora eu sei do que ela precisa e não vou ficar perdendo tempo. A má notícia é que a escola especializada custa mais de $30 mil o ano e não tem vaga. Ou seja, além de corer atrás da vaga eu vou ter que corer atrás do dinheiro.
Muita gente me pergunta se o governo ajuda com o custo… não, eles não ajudam em nada pq não consideram que a dyslexia seja sério como o autismo.
Amanhã e terça vamos fazer uma avaliação psycho-educational assessment para começar o processo de aplicação para a vaga e seja o que Deus quiser!
Estou aberta até a me mudar se for necessário. Acho que o mais importante agora é investor no desenvolvimento acadêmico de minha filha.
Fora toda essa correria, sexta passada fizemos nosso primeiro culto depois da quarentena. Fizemos num parque e foi bem agradável. Nem todo mundo foi, mas tivemos um grupo bem bacana.
As coisas aqui em BC estão voltando ao normal mais rapidamente do que no Brasil. Hoje mesmo, dia dos pais no Canadá, jantamos fora. O restaurante estava com número reduzido de mesas mas estava funcionando e quase todos os lugares ocupados. Os únicos de máscara eram os garçons, o que tornou difícil entender o que falavam.
Eu estou bem tranquila quanto ao Covid, principalmente depois que parei de ver notícias. Acho que a mídia exagera muito e acaba deixando o povo doente emocionalmente. Eu agora evito lugares muito cheios, tenho alcool em gel comigo e vou vivendo.
Bom, é isso por hoje! Que Deus abençoe a nossa semana.


sexta-feira, 15 de maio de 2020

O chamado

Oi gente, o mundo ainda está de quarentena e eu tb. Tenho dado umas escapulidas e não estou bitolada com o assunto da pandemia mas tenho sentido que o meu emocional não anda 100%. Eu li algumas matérias dizendo que é normal não se sentir bem em uma situação como essas, em que ficamos muito tempo em casa e fora da rotina normal. Mas, enfim, Deus sabe de tudo e a minha confiança está nEle.

Mas o que eu quero compartilhar com vocês hoje não tem nada haver com o Covid-19. Já tem algum tempo que eu tenho sentido uma vontade de mudança. Algo dentro de mim está mudando e eu estou esperando o direcionamento de Deus. Não sei se isso vai acontecer agora ou daqui a 10 anos, mas tenho sentido vontade de mudar. Estou pensando seriamente em missões. Onde, quando, como… eu não sei, mas tem algo acontecendo no mundo espiritual e eu posso sentir. É como se Deus estivesse começando a mudar a minha história novamente. 

Engraçado que eu lutei tanto pra estar onde estou… trabalhei, estudei, me sacrifiquei e agora parece que a página está sendo virada, sabe? Eu sinto uma vontade grande de experimentar mais de Deus, de mergulhar nas águas mais profundas e eu sei que isso requer sair da zona de conforto e confiar no agir sobrenatural de Deus. Mudanças nunca são fáceis mas elas vêm com um gostinho bom de dependência de Deus :)

Mas calma, gente! ainda não tem nada certo. Só estou escrevendo pra ficar registrado e daqui a alguns anos eu possa ler e ver quando foi que Deus começou a me dar o novo direcionamento para o que Ele tem preparando pra mim❤️

O vento assopra onde quer, e ouves a sua voz, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai; assim étodo aquele que é nascido do Espírito. João 3:8

Orem por mim! Que Deus abençoe vcs!

domingo, 5 de abril de 2020

Momento de mãe e filha

Eu tenho uma vida bem cheia mas eu tento reservar momentos do meu dia para louvar a Deus. Um desses momentos é quando eu dirijo da minha casa até a escola da minha filha. É um percurso de 15 minutos que nós vamos louvando a Deus juntas.
Quando ela era pequena ela gostava muito das músicas da Aline Barros, mas agora que o inglês é basicamente a primeira lingua dela, ela pede pra ouvir Lauren Daigle, que é uma cantora Americana.
Outro dia eu estava dirigindo e minha filha me disse: Mãe, eu estou sentindo o Espírito Santo tocar fundo no meu coração.
Achei lindo! Mas tentei não dar muita atenção pra ela não sentir que isso me agrada, afinal, ela tem que fazer por ela e não por mim.
Hoje eu estava estudando a bíblia e minha filha sentou do meu lado e ligou a TV pra ouvir as músicas da Lauren Daigle. Ela começou com uma música chamada “You Say”. De repente, no meio da música ela me fala: Mãe, essa música é o que eu estou vivendo. As vezes eu choro ouvindo essa música porque Deus fala comigo.
Resumindo, a minha pequena tem dyslexia e problemas de aprendizado. Por conta dessas dificuldades ela tem problemas de auto-estima, relacionamento e bulling na escola. Digamos que ela tem enfrentado momentos difíceis para alguém da idade dela.
Eu sempre digo que ela é perfeita do jeito que Deus quis que ela fosse, pq de fato ela é, mas nem sempre as palavras ajudam. Só que o louvor tem sido uma forma de Deus mostrar a ela o quanto ela é amada.
Esses momentos de fraqueza tem fortalecido a fé dela e eu creio que Deus está moldando um instrumento que será usado para glória dEle.


Deixo aqui a letra pra vocês:

I keep fighting voices in my mind that say I'm not enough
Every single lie that tells me I will never measure up
Am I more than just the sum of every high and every low?
Remind me once again just who I am, because I need to know, ooh oh
You say I am loved when I can't feel a thing
You say I am strong when I think I am weak
And You say I am held when I am falling short
And when I don't belong, oh, You say I am Yours
And I believe (I), oh, I believe (I)
What You say of me (I)
I believe
The only thing that matters now is everything You think of me
In You I find my worth, in You I find my identity, ooh oh
You say I am loved when I can't feel a thing
You say I am strong when I think I am weak
And You say I am held when I am falling short
When I don't belong, oh, You say I am Yours
And I believe (I), oh, I believe (I)
What You say of me (I)
Oh, I believe
Taking all I have and now I'm layin' it at Your feet
You'll have every failure God, You'll have every victory, ooh oh
You say I am loved when I can't feel a thing
You say I am strong when I think I am weak
You say I am held when I am falling short
When I don't belong, oh, You say I am Yours
And I believe (I), oh, I believe (I)
What You say of me (I)
I believe
Oh, I believe (I), yes, I believe (I)
What You say of me (I)
I believe (oh)



quarta-feira, 25 de março de 2020

Você não está só!

O mundo está vivendo uma crise diferente de tudo que provavelmente a maioria das pessoas podia esperar. Está tudo um caos! Países com fronteiras fechadas, incerteza, virus se alastrando, morte, medo, desemprego… uau!!! Que saudade de 2019! E olha que nem foi dos melhores anos, mas comparado com 2020...
Em dezembro de 2019 ouvimos pela primeira vez sobre um tal de coronavirus que depois virou Covid-19. Eu logo percebi que havia algo diferente acontecendo mas ninguém dava ouvidos para as minhas preocupações e eu comecei a achar que eu estava exagerando. Talvez fosse fake news, talvez ia ser algo distante que jamais fosse atingir o nosso cotidiano. Estava tudo aparentemente normal ee eu até aceitei fazer uma viagem de trabalho em março.
Cheguei no Brasil dia 4 de março e lá pro dia 10 as coisas começaram a ficar complicadas. Os EUA fecharam as fronteiras, a Italia começou a ter um grande número de doentes e mortos e logo em seguida o Canadá resolveu fechar as fronteiras e pedir que todos os canadenses regressassem imediatamente ao país. O tom de voz das notícias eram alarmantes!
Eu fiquei bem preocupada pq meu marido e filha estavam no Canadá. Tentei remarcar o meu voo mas era uma missão quase impossível. Meu voo de volta estava pro dia 20 de março e resolvi esperar. Era só mais alguns dias! 
Até então parecia que ia dar certo. Eu não tinha recebido nenhum aviso de cancelamento, parecia que a minha volta estava garantida. Quanto engano!!!
Cheguei cedo no aeroporto e logo fiquei sabendo que o meu primeiro voo tinha sido cancelado. Ao mesmo tempo vi em um dos grupos de whatsapp que Guarulhos estava falando em fechar as portas. A única coisa que veio na minha cabeça foi que eu tinha prometido minha filha que ia voltar pra casa para o aniversário dela no dia 28. Como eu poderia não ir?
Eu tentava resolver com a Azul e a Azul jogava para a United, eu ligava para a United que jogava para a Azul. Para conseguir falar com a United foi mais de uma hora no telefone e quando a mulher viu que não ia resolver a situação ela derrubou a ligação. Naquele momento eu entrei em pânico. Me deu uma vontade de chorar, mas parei, respirei fundo, conversei com Deus e vi que tinha que ter um plano B. Consegui um voo por outra empresa e fui para São Paulo. Eu sabia que de lá eu conseguiria com mais facilidade embarcar para o Canadá, e eu estava certa. Consegui um voo pela Air Canada e no dia seguinte, pela manhã cedo, eu estava voltando pra casa. Doeu no bolso mas valeu a pena!
Estou de quarentena, com dor de garganta, mas eu estou em paz. Deus tem dado paz ao meu coração.
Eu sei que o mundo está passando por um momento delicado. Muita gente está sofrendo e com medo e eu tb fico muito preocupada, mas ao mesmo tempo eu tenho paz pq eu sei que Deus está no controle. Ainda que a gente não possa ver, Deus está no controle de tudo.
A bíblia ensina que no final dos tempos as coisass vão ficar muito difíceis. Olha só: E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.
Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá fomes, e pestes, e terremotos, em vários lugares.
Mas todas estas coisas são o princípio de dores. Mateus 24:6-8
Para alguns a bíblia é um livro de contos de fadas, mas pra mim é palavra de vida eterna.

O céu e a terra passarão, mas as minhas palavras não hão de passar. Mateus 24:35
Estamos vivendo o cumprimento das promessas de Deus e isso é motivo para refletirmos em quem Deus é em nossas vidas e em quem nós somos pra Ele.

Por pior que as coisas estejam eu quero que você saiba que você não está só. Deus é contigo! Ele é teu socorro e o teu livramento.
Deixo pra vocês um Salmo muito especial pra mim. Deus me deu esse Salmo em um momento que eu estava com muito medo e ele ficou cravado no meu coração:
Levantarei os meus olhos para os montes, de onde vem o meu socorro.
O meu socorro vem do Senhor que fez o céu e a terra.
Não deixará vacilar o teu pé; aquele que te guarda não tosquenejará.
Eis que não tosquenejará nem dormirá o guarda de Israel.
O Senhor é quem te guarda; o Senhor é a tua sombra à tua direita.
O sol não te molestará de dia nem a lua de noite.
O Senhor te guardará de todo o mal; guardará a tua alma.
O Senhor guardará a tua entrada e a tua saída, desde agora e para sempre. Salmos 121:1-8
Vamos orar e confiar em Deus. Ele é poderoso para nos livrar, Ele é grande para nos salvar!
Que Deus abençoe a nossa semana!


domingo, 26 de janeiro de 2020

Enche-me!


Oi gente, hoje eu fui para a igreja mas estava com o coração um pouco tribulado com pequenos problemas de trabalho. Quando entrei na igreja o culto já havia começado. O louvor estava tocando mas a minha mente estava bem longe. De repente eu olhei pro lado e vi um jovem com necessidades especiais adorando a Deus de todo o coração. Nossa, aquilo tocou fundo em mim! Ele estava tão entregue a Deus, era um olhar tão puro de amor pelo Senhor que me fez esquecer de todos os meus problemas. Naquele instante eu lembrei pq eu estava ali.

Eu não tinha ido para cumprir uma obrigação religiosa ou para prestar contas a alguém. Eu estava ali simplesmente para adorar a Deus, o mais não importava.
Aquele jovem limitado intelectualmente, diferente dos demais, talvez até discriminado, estava adorando a Deus como eu deveria e não estava. Logo eu que comecei o ano com o objetivo de buscar mais de Deus, de adora-lo mais, de estar mais em Sua presença.
É difícil colocar os problemas de lado e confiar que Deus está no controle. Como humanos acabamos dando mais atenção aos problemas do que a Deus que está acima de tudo e no controle de tudo. Eu sei disso! Mas hoje, vendo aquele jovem, foi como se o Espírito Santo colocasse o meu foco onde deveria estar, somente nEle.
“Uma coisa pedi ao Senhor, e a buscarei: que possa morar na casa do Senhor todos os dias da minha vida, para contemplar a formosura do Senhor, e inquirir no seu templo.” Salmos 27:4 A minha oração hoje é essa@
Em Deus temos paz, alegria, consolo, esperança… tudo... me enche de Ti, Senhor. Enche-me com a Tua presença.
Uma semana abençoada a todos nós!