"Agrada-te do Senhor, e Ele satisfará os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor, confia nele, e o mais Ele fará." Sl37: 4-5















quinta-feira, 28 de abril de 2011

Minha mãe é muito esquisita

Deus criou cada pessoa de um jeito; a prova disto está em nós mesmos; no temperamento, na impressão digital, na forma como reagimos em determinadas situações, enfim, ninguém é igual a ninguém. É injusto esperarmos que as pessoas sejam como queremos ou que reajam como reagimos.
O começo do meu casamento foi difícil na questão convivência; primeiro pq casamos com 1 mês de namoro... isto mesmo, 1 MÊS rsrsrsrsr... bati muitos recordes, hein??? segundo pq o meu marido é muito extrovertido, daqueles que adora conversar, contar piada, fazer gozação; e eu, totalmente o contrário, muito séria, compenetrada, geralmente não dou risada de piada; ou seja, nós éramos muito diferentes. Mas como casamos, tinha que dar certo. Tanto ele quanto eu acreditamos em Deus e no casamento do "até que a morte os separe"; nós tivemos que aprender a conviver com as diferenças; eu me esforcei pra me moldar a ele e ele se esforçou pra se moldar a mim; deu certo. Conhecemos os defeitos e as qualidades um do outro e a cada dia nos amamos mais.
Mas vcs sabem que a minha vida deu um giro de 360 graus nos últimos meses; quando estávamos de passagem comprada, malas prontas, o câncer apareceu e tivemos que nos adaptar a nova realidade. Juntos resolvemos não parar os nossos planos e o meu marido ficou no Canadá enquanto eu voltei pro Brasil pra me tratar. Nisto tudo acabei voltando pra casa da mamãe, depois de mais de 10 anos fora, enfim, voltei... vcs podem imaginar o quanto não foi difícil, pra mim, mudar toda a minha vida e ter que me readaptar à casa de minha mãe; e difícil pra ela tb, me receber de volta pra uma fase de doença e com uma criança a tiracolo, nada fácil!!!
Eu sei que minha mãe está enfrentando a maior barra de me ver lutando contra uma doença séria como o câncer, mas, às vezes, eu acho as reações dela muito esquisitas. Quando eu tenho que passar por algum procedimento, como a cirurgia que eu fiz, ela fica tão nervosa, tão abalada, que se fecha nela mesmo, mal fala. Eu percebo a angústia dela, a irritação mas, infelizmente, eu nem sei como ajudar. Eu acho que só em ela me ver bem, animada, já seria o suficiente pra ela levar tudo isso numa boa, com fé de que vai dar tudo certo; pq eu acredito que já deu certo. É como se ela sofresse antes do tempo. Ela fica arrasada com o que ela pensa que eu vou enfrentar; mas pode ser que não aconteça nada de tão anormal, e aí???
Minha mãe está sofrendo mais do que eu; e eu, como mãe, entendo o quanto está sendo difícil pra ela, porém, como filha, eu me chateio, fico aborrecida com o desânimo dela, quem devia estar desanimada e triste sou eu, já que sou eu que estou enfrentando o problema. Por mais que todo mundo sinta por mim, ninguém vai sentir na pele, ou melhor, no sangue, como eu; portanto, não dá pra ficar pior do que eu, né???
Eu sei que vai passar, estou esperançosa de que depois da primeira sessão ela perceba que o bicho não é tão feio como ela está pintando, e se anime mais... não dá pra entrar numa guerra achando que já perdeu, né??? Ânimo, pq a jornada é longa!!!!

6 comentários:

  1. Táta... Deus está contigo! Força que tudo dá certo... me acabei de chorar lendo seu post, pois sei como minha tia é..e vc a descreveu perfeitamente! Talvez ela não queira passar esse nervosismo pra vc e no final com o jeitinho dela acaba transparecendo... rs
    Mas ela te ama muito...assim como todos nós! Deus proverá e ele sabe de todas as coisas. VocÊ é serva abençoada e vencedora em Cristo!
    beijossss
    Kinha

    ResponderExcluir
  2. No fundo acho que cada um de nós carrega um pouco de esquisitice....rssss
    O amor em si é uma coisa esquisita e acho que é por isso que vocês estão sofrendo tanto, pela dor da mãe com a filha e da filha com a mãe. Mas a verdade mesmo é que ninguém, mas que você mesma sabe o que é que vai enfrentar. É por isso que eu só tenho a te dizer para ser forte: se apegue mesmo àquilo que te fortalece e te traz paz. É isso que você precisa. E estamos aqui por você.
    Beijão.
    Lila

    ResponderExcluir
  3. nossa! com um erro de português horrível e não tenho como apagar o que eu já escrevi no post antigo! kkkkkkkkk
    Agora diga que eu não leio o seu blog =)
    Bjos
    Lila

    ResponderExcluir
  4. Kinha, vc bem sabe rsrsrsrs... muito obrigada pela força...bjs

    Liloca, até que enfim um comentário seu... volte sempre...bjs

    ResponderExcluir
  5. Mãe é assim mesmo. Se eu ligar pra minha e der um espirro ela me lia de 30 em 30 minutos perguntando: você tá bem, filha? rsrsrsrsrs...é assim mesmo. Minha tia tá preocupada com você, claro. Ela é durona igual a alguém que eu conheço. E cá pra nós: eu também nem sempre acho graça de piada. Você sabe. rsrsrsrsrsrrs!

    ResponderExcluir
  6. Leandra Zanqueta5 de maio de 2011 08:45

    Renata, espero que esteja bem e na paz do Senhor! Meu nome é Leandra e você deixou um comentário no meu depoimento e disse que a sua quimeo já começaria. Quero te dizer que tudo vai correr perfeitamente tranquilo, tudo vai dar certo. Deus estará junto contigo como esteve comigo o tempo todo. Estarei a sua disposição para o que quiser perguntar, pois passei já por todos os processos: Quimeo e cirurgia, agora semana que vêm bou iniciar a radioterapia. Vou te colocar em minhas orações. Segue meu e-mail: lenicky@bol.com.br
    Um grande beijo. Leandra Zanqueta.

    ResponderExcluir